Combo 5 | As Clássicas Princesas em versões nada clássicas!

  Roberta Rampini  |    sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Artes alternativas para as clássicas princesas da Disney...

Clássicos são clássicos por algum motivo. E as princesas da Disney há mais eras do que nos damos conta. Todo mundo cresceu com essas senhoritas estampando ou os seus sonhos, ou o material escolar, ou os dois. Sendo assim, hoje separei várias séries que mostram essas meninas de um jeitinho um pouco mais peculiar, dentro da visão de vários artistas.

A argentina Maria Sol se tornou ilustradora por sempre amar desenhar, na página dela você pode ver muitas e muitas fanarts, uma mais contagiante que a outra, a maioria é de Harry Potter ou, é claro, o tema dessa linda sexta, as princesas. A escolhemos para começar já que ela tem DUAS séries sobre a moçoilas, a Disney Princess and Heroins Portraits e a Child Pricesses.

[nggallery id=206]

Claire Hummel se formou em 2008 na Rhode Island School of Design. Trabalha na Microsoft Game Studios como artista conceitual. Seu traço é encantador e a colorização um luxo que só! Ela também gosta de brincar com costumes e fanarts e deve ser por isso que realizou todo um estudo na hora de fazer a sua versão das princesas, a serie Historical Disney Princesses. Buscou detalhes que apontassem para uma determinada época. Ela diz que vai continuar com o projeto e desenhar vários outros personagens.

[nggallery id=207]

Silver Tallest é uma artista americana muito geek e beeeeem maluquinha. Tem 23 anos e adora viajar em suas descrições, no facebook ela diz “Sou o que eu deveria ser. Ilusões da sua fantasia” já na página do deviantart, onde você pode curtir outros desenhos como os cosplays ela diz que é Praticamente Horrivelmente Perfeita. Tallest tem muita essência de uma de suas manias, Tim Burton. E foi esse o estilo que passou para as princesas da Disney. A série foi batizada de Burtonized Princess, algo como “Princesas Burtonizadas”.

[nggallery id=208]

Jeffrey Thomas é o pai da série Twisted Princess que em tradução livre da minha pessoa fica como “Princesas Distorcidas”. A graça do Jeffrey é o detalhe que ele da às suas obras, a qualidade e a beleza são meros detalhes perto do jogo de ícones dos contos deixados quase como pistas sobre suas histórias e a nova visão.

[nggallery id=209]

J. Scott Campbell é figurinha tão carimba nos blogs que até aqui pelo Combo 5 ele já passou. Caso vocês não se lembrem na época o mini combo foi sobre as artes da serie The Grimm Fairy Tales. Ele é tipo profissa mesmoooo! Sua serie de hoje é a mais “rodada” do Josh, o seu calendário Fairy Tale Fantasies que na rede foi batizado como “Sexy Princess”.

[nggallery id=210]

Joshwmc (seu nick no deviantart) escolheu para as nossas princesas algo mais sério, mais forte e violento, as tão delicadas meninas que sempre precisam ser salvas por príncipes fortes e musculosos (ou não) fora redesenhadas como lutadoras! A série recebeu o nome de Disney Fighters.

[nggallery id=211]

Lady Adler, 22 anos, da Inglaterra também assina duas séries, a primeira tem o nome de Mucha Disney onde cada princesa representa um sentimento. Bella é a ambição, Alice a curiosidade, Rapunzel a liberdade, Branca de Neve a inocência, Jasmine a paixão, Pocachontas o poder, Ariel o renascimento e Mulan uma guerreira (tá as últimas duas não são sentimentos e eu também não tenho certeza se essa é a Pocachontas). Também da para curtir as princesas na versão mangá.

[nggallery id=212]

Patricia Lestari e Chris Hill são dois artistas que resolveram brincar com pecados e virtudes. É interessante ver a escolha de cada história para um determinado pecado ou uma certa virtude, de um modo sutil (ou não) tudo se encaixa. Patricia é a responsável pelas artes das virtudes e Chris pelos pecados e por mais algumas que deixarei por aqui como bônus, já que ele manda muito!

[nggallery id=213]


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários