A DC lançará nova minissérie em quadrinhos do He-Man

  Leandro de Barros  |    segunda-feira, 09 de abril de 2012

He-Man & The Masters of The Universe mostrará o Esqueleto dominando Etérnia e a jornada de Adam para salvá-la

Em julho, a DC lançará nos EUA uma nova minissérie em seis partes de He-Man & The Masters of The Universe (He-Man e Os Mestres do Universo, no Brasil).

A minissérie, que terá roteiros de James Robinson e arte de Phillip Tan e Ruy Jose, mostrará o Esqueleto descobrindo uma maneira de recriar a realidade de Etérnia e tornando-se regente do Castelo de Grayskull. Os heróis do lugar, com o He-Man incluso, perdem a memória de quem são e são transformados em cidadãos comuns. Tudo permanece assim até que o pacato Adam é procurado por uma misteriosa feiticeira e começa uma jornada para salvar Etérnia.

Eu sei que uma certa geração de pessoasl, que cresceu na época certa, nutre uma afeição genuína por Os Mestres do Universo. O desafio é escrever algo que eleve o padrão para a série, com uma história moderna e legal, mas que também honre os fãs do desenho animado e da linha de brinquedos“, disse James Robinson, escritor vencedor do prêmio Eisner e que assume os roteiros de outras duas séries da DC: Shade e Earth 2, em entrevista à MTV.

Robinson também falou sobre os dois personagens centrais da minissérie: o herói Adam e o vilão Esqueleto.

Adam está numa situação ond eele tem realmente de se reconectar com o que significa ser um Mestre do Universo. É a sua odisséia, muito parecida com o mito grego na verdade, que é a espinha dorsal dessa série. [O Esqueleto] é assustador. Ponto final. A era bobinha  já aconteceu e foi embora. Phillip e eu estamos sofrendo muito para fazer o Esqueleto – que afinal de contas é um guerreiro bárbaro com uma caveira no rosto – um inimigo horripilante e digno do He-Man“.

A minissérie estréia em julho nos EUA.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários