A confusão visual dos X-Men em Marvel NOW

Como você, ávido leitor de quadrinhos, deve saber, a Marvel começou em outubro sua nova “fase” no mundo das HQs, intitulada Marvel NOW. A partir de agora, o texto vai possuir alguns spoilers para quem acompanha os quadrinhos da Casa das Ideias pela Panini.

Com o fim de Avengers vs. X-Men, vários mutantes começaram a aparecer pelo mundo, numa espécie de renascimento da raça mutante. Enquanto isso, Ciclope foi preso e seus companheiros (Magia, Emma Frost, Magneto) foram marcados como criminosos procurados. Mas não é sobre isso exatamente que nós vamos falar hoje. Vamos falar sobre a confusão visual desses personagens.

A primeira arte de Marvel NOW divulgada foi essa:

Como dá para ver, o uniforme do Ciclope mudou muito, ficando vermelho e com um capacete estranho. Porém, contudo e todavia, outros teasers de Marvel NOW mostravam que ele continuaria com o seu uniforme tradicional, como esse:

Ok, a gente pode assumir que leva um tempo pra transição de uniforme e tal, mas mesmo assim. Custava manter um padrão para divulgar (como foi feito com os outros)? Já basta o hábito de termos o mesmo personagem desenhado por diferentes artistas, por vezes mudando traços e características desses personagens (quem leu AvX não sabe se a Hope Summers é uma criança, uma adolescente ou uma jovem).

Mas o Ciclope não está sozinho nessa. Emma Frost também ganhará um novo visual. Além do já apresentado no teaser acima, esse será o novo uniforme da Rainha Branca:

Opa, eu a chamei de Rainha Branca antes? Talvez seja hora de aposentar esse apelido…

As mudanças visuais dos personagens ocorrerão em fevereiro, quando Uncanny X-Men chegar às bancas norte-americanas. E, segundo a capa de Uncanny X-Men #1, o Magneto e a Magia também terão mudanças nos uniformes:

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...