A Arlequina vai ganhar uma nova origem no Novo Universo DC

  Leandro de Barros  |    sexta-feira, 09 de dezembro de 2011

A DC anuncia um novo arco na revista mensal Suicide Squad, que vai contar a nova origem da Arlequina

Spoilers abaixo.

A DC anunciou hoje que uma das vilãs mais fofinhas, perigosas e com alguns parafusos a menos da sua biblioteca de personagens vai ter sua nova história contada nas edições #6 e #7 da revista mensal Suicide Squad.

As duas edições referidas contarão o arco “The Hunt for Harley Quinn” (A Caçada pela Arlequina), que mostrará o passado e o presente da linducha da Arlequina. O Esquadrão Suicida vai perseguir a palhacinha enquanto ela viaja até Gotham City para descobrir o que aconteceu com o Coringa após o seu desaparecimento na primeira edição de Detective Comics (o Palhaço é capturado pelo Batman e colocado no Asilo Arkham, onde ele se encontra com o Dollmaker, novo vilão do Morcego, e troca de rosto antes de fugir de lá).

Segundo a editora, nós veremos como a pioneira psiquiatra Dra. Harley Quinn se aventura pela mente do Coringa, enquanto o próprio vilão faz o seu caminho pela mente da psiquiatra, revelando sua loucura interior.

O editor da revista, Pat McCallum, disse que essa trama tem sido preparada desde a primeira edição da revista e que haverão baixas no Esquadrão Suicida. “Para os membros do Esquadrão que sobreviveram (e nem todos irão), “The Hunt for Harley Quinn” os deixará assustados por dentro e por fora. Fãs do Pistoleiro, cuidado!“.

Confira abaixo a capa de Suicide Squad #7 desenhada pelo fodástico Ivan Reis e colorida por Eber Ferreira:

Já é a segunda novidade das revistas de março divulgada pela DC hoje, após a novidade de que Gene Ha desenhará uma edição de Justice League.

Suicide Squad #7, escrita por Adam Glass e desenhada por Clayton Henry, estará disponível para todo o mundo em formato digital em março de 2012.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários