Watch Dogs sai em novembro – veja um novo trailer do game!

Leandro de Barros

  terça-feira, 30 de abril de 2013

Watch Dogs sai em novembro – veja um novo trailer do game!

Ubisoft revela data de lançamento do game e edições de colecionador do título

A Ubisoft soltou ontem um novo trailer de Watch Dogs, um dos games mais aguardados do ano desde a E3 2012, quando foi anunciado. O novo vídeo informa um pouco sobre as motivações do protagonista do game, Aiden Pierce.

Pelo que vimos até agora, Pierce é algum tipo de hacker que consegue controlar todo o sistema de vigilância aplicado na cidade de Chicago. O tal sistema é bem semelhante com o apresentado na série Person of Interest: basicamente, todas as câmeras e microfones da cidade captam informações sobre seus habitantes – essas informações são passadas à um computador que recolhe outros dados (como histórico de violência, avaliações psicológicas, etc) e tenta prever a possibilidade da ocorrência de crime na cidade.

No novo trailer, temos uma ideia um pouco melhor do que Aiden pretende. Veja:

A Ubisoft também anunciou quatro edições do game no seu lançamento: a Dedsec Edition, Vigilante Edition, uPlay Exclusive Edition e a Special Edition.

A Dedsec Edition virá com uma estatueta de 23 cm de Aiden Pearce, um steelbook, livro com as artes do game, trilha sonora original do jogo, mapa da Chicago de Watch Dogs, 4 cards colecionáveis com realidade aumentada e três medalhas exclusivas. Além disso tudo, a coleção terá 3 missões exclusivas dentro do game.

Já a Vigilante Edition terá um boné e uma máscara iguais aos do protagonista e a trilha sonora original, além das missões que também estarão disponíveis na edição anterior.

A uPlay Exclusive edition terá as três missões extras e um steelbook exclusivo. Por fim, a Special Edition contém apenas uma das missões extras.

Watch Dogs sairá para PS3, PS4, Xbox 360, PC e Wii U no dia 22 de novembro.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários