Você quer Half-Life 3 em realidade virtual? Valve diz que “não sabe”

Leandro de Barros

  sexta-feira, 06 de março de 2015

Você quer Half-Life 3 em realidade virtual? Valve diz que “não sabe”

Empresa admite que faz experiências com a realidade virtual, mas ainda não sabe o que funciona melhor com a tecnologia

No começo dessa semana, a Valve anunciou um dos seus novos projetos: o Vive VR, um headset de realidade virtual desenvolvido pela empresa – mais ou menos nos mesmos moldes do Project Morpheus e do Oculus Rift.

Com isso, a Valve entra de vez no campo do desenvolvimento de realidade virtual (algo que ela já apoiava há anos) e passa cada vez mais confiança que a tecnologia pode representar não só o futuro dos games, como ser parte ativa da sociedade no futuro.

Mas, por hora, o foco é games e se a gente está falando de Valve, a gente está falando de Half-Life 3. O Kotaku conversou com Jeep Barnett, programador da empresa, e perguntou se havia a possibilidade da empresa aproveitar seu trabalho em realidade virtual e desenvolver o lendário jogo pensando nessa tecnologia.

Nós não estamos dizendo que não, mas não sabemos ainda o que é a coisa certa a fazer. Nosso recurso mais precioso é o tempo e não temos tempo o suficiente para que as pessoas façam tudo. A gente gostaria de levar todas as nossas franquias para a realidade virtual? Absolutamente. Mas não temos tempo ou pessoas o suficiente pra isso. Então nós temos de descobrir o que funciona melhor com as forças da realidade virtual

Claro que a resposta parece muito genérica, mas é bem honesta. Realidade virtual é uma tecnologia que muda muito a maneira como se joga video-games, então é algo que realmente precisa de estudos – assim como os controles do Wii demoraram um pouco para que outras empresas soubessem bem o que fazer com eles em seus jogos.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários