Ubisoft já pensando em um filme de Watch Dogs?

  Leandro de Barros  |    segunda-feira, 18 de junho de 2012

Empresa francesa registra domínios na internet citando um possível filme de Watch Dogs

Segundo alguns registros de domínios na internet, um filme de Watch Dogs, game que surpreendeu a E3 2012, pode estar sendo preparado.

O Fusible (via VG 24/7) notou que a Ubisoft andou registrando vários domínios na internet com as palavras “Watch Dogs” e “Movie”. Domínios como Watch-Dogsmovie.com ou Watch-Dogsthemovie.com.

Registro por registro, isso não significa muita coisa. Mas partindo do princípio de que outras franquias da empresa francesa, como Splinter Cell e Assassin’s Creed, já estão à caminho das telonas, nada é impossível.

À primeira vista, a medida parece apenas uma precaução do que uma indicação de algum projeto em desenvolvimento. Cautela nunca fez mal à ninguém.

Mas o que é esse tal Watch Dogs?

Revelado na E3 2012, Watch Dogs surpreendeu os gamers de plantão, que não suspeitavam da existência do game. Com uma história instigante, gráficos fantásticos e uma jogabilidade muito interessante, Watch Dogs acabou se tornando o xodó de 2012 do mundo gamer, pelo menos por enquanto.

Em 2003, o estado de Nova York ficou sem energia, gerando uma crise em que 11 pessoas morreram. Isso fez com que um computador fosse instalado para evitar esse tipo de situação. O ctOS é um computador que guarda todo tipo de informação sobre as pessoas (cartão de crédito, o que a pessoa pensa, etc) e faz uma vigilância cerrada na população. Como o computador acaba interligando todo o tipo de informação e dispositivo, um hacker acaba possuindo um incrível poder na cidade. E é justamente esse o protagonista: um hacker, capaz de ouvir as conversas de telefones, ler SMS e emails, controlar sinais de trânsito e outras coisas mais.

Clique aqui para ver o trailer do game!


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários