The Elder Scrolls Online terá assinaturas mensais

Leandro de Barros

  quarta-feira, 21 de agosto de 2013

The Elder Scrolls Online terá assinaturas mensais

Assinatura mensal do jogo custará $14,99 dólares

Elder Scrolls OnlineThe Elder Scrolls Online vem aí, prometendo criar um MMORPG que colocará os fãs da franquia The Elder Scrolls para habitar em Tamriel e se aventurar pelo continente.

Em entrevista ao Gamestar, o presidente do Zenimax Studios, Matt Firor, afirmou que o game terá um custo mensal para os seus jogadores – mesmo essa prática estar caindo em desuso com o passar do tempo.

Nós estamos construindo um jogo com liberdade para jogar – sozinho ou com seus amigos – o quanto você quiser. Um jogo com conteúdo consistente e significado – um pacote com centenas de horas de gameplay que pode ser experimentado logo de cara e um que pode ser apoiado com um sistema premium de apoio ao cliente. Cobrar uma pequena taxa mensal significa que poderemos oferecer aos jogadores o game que queríamos fazer e o game que os fãs querem jogar. Indo com qualquer outro modelo significaria que teríamos de fazer sacrifícios e mudanças que não queríamos fazer

De acordo com o executivo, The Elder Scrolls Online virá com um mês de jogo grátis na compra do game, com todas as possibilidades que o título oferece liberadas. Depois de experimentar o jogo por 30 dias, então o jogador poderá escolher se vai pagar a taxa mensal e continuar jogando com acesso ilimitado.

Por enquanto, esse é o único modelo de negócio que a Zenimax está pensando para The Elder Scrolls Online, sem futuras complicações ou pacotes diferentes. Firor afirmou que só haverá mesmo uma taxa mensal, que liberará o game completo e sem nenhuma limitação.

A assinatura do jogo custará $14,99 dólares / $12,99 euros / $8,99 libras, mas descontos para a compra de múltiplos meses deverão ser anunciados em breve.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários