Square-Enix quer fazer de Tomb Raider o melhor game da geração

SEMANA PRÉ-E3 2012: Uma tonelada de material de divulgação dos games da E3 2012 já saiu nesses dias que antecedem a mais famosa feira de games da atualidade. Se você anda meio perdido nesse vendaval de vídeos, imagens e anúncios, confira tudo reunido no nosso Especial E3 2012!


Recentemente, a Square-Enix anunciou o adiamento do lançamento de Tomb Raider, novo game da franquia que deve servir como um reboot para a aventureira Lara Croft. O game vem sendo bem aguardado pelos fãs devido aos trailers e informações já divulgadas sobre o título. Em Tomb Raider, os jogadores poderão presenciar a primeira aventura de Lara Croft, ainda inexperiente, enquanto tenta sobreviver em uma ilha selvagem após um acidente naval. Mike Fischer, CEO da Square, disse em entrevista à VentureBeat que o game poderia ser lançado hoje. O problema é que o objetivo da empresa é fazer de Tomb Raider o melhor game da geração e isso leva tempo. “Nós acabamos de anunciar que o game será lançado em 2013. Nós podíamos lançar nesse momento, está muito bom. Então imagine o quão incrível ele estará quando chegar às lojas“, disse Fischer. “Eu posso olhar nos seus olhos e dizer, de coração aberto, que nós queremos que esse seja o melhor game da geração. E o tempo extra que estamos dando permitirá que isso aconteça. Olhe, vocês verão o jogo na E3. Me digam se eu estiver enganando vocês. Está, realmente, bom desse jeito“. Fischer também comentou sobre Sleeping Dogs, game sobre a máfia chinesa que a Square-Enix deve publicar em breve. Originalmente, o game se chamava True Crime: Hong Kong e era da Activision. Então o estúdio abandonou o projeto, que foi apresentado para a Square. “O game foi, de certa forma, descoberto. Entre aspas, “descoberto” pelos caras de Wimbledon. No minuto em que eles nos mostraram o game, nós realmente sentimos que tínhamos um diamante bruto nas mãos. Obviamente o game era originalmente True Crime: Hong Kong, da Activision. Eu não sei dizer o porquê deles abandonarem o projeto. Eu não vou especular sobre o comportamento deles. Tudo que eu sei é que eles devem estar loucos. Porque o game é simplesmente fantástico. A escala e o foco do game realmente abrangem tudo que você gostaria de fazer em Hong Kong. A atuação, a história e os personagens são muito profundos“, disse Fischer. A E3 2012 acontece em Los Angeles entre os dias 5 e 7 de junho.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...