Produtor comenta sobre a tecnologia de Hitman: Absolution

  Leandro de Barros  |    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Produtor de Hitman: Absolution fala sobre a criação de uma engine própria para o game, os novos modos de jogos e melhorias nos disfarces do Agente 47

Agente 47Hakan Abrak, produtor de Hitman: Absolution, novo game da franquia que vem sendo produzido pela IO Interactive, falou sobre a tecnologia empregada no game em entrevista ao blog americano da Playstation.

O produtor começou explicando que o game está em desenvolvimento há muito tempo porque foi preciso criar uma engine própria para Hitman: Absolution: “Nós estamos desenvolvendo esse jogo por um tempo já e ele é muito conectado com a sua tecnologia, especialmente para criar uma inteligência artificial mais complexa e crível. No início, nós sabíamos que não conseguiríamos atingir nossas ambições com a velha engine Glacier 1, então nós decidimos criar a Glacier 2. É um grande desafio criar uma nova tecnologia de games, mas trás muitos benefícios“.

Abrak disse que a nova engine permite “dar mais fidelidade à tudo, expandir o conceito de um mundo vivo. Os personagens são menos binários e reagem de várias novas formas“. Com a nova jogabilidade a IO Interactive foi capaz de melhorar a mecânica de jogo, principalmente o modo stealth, pelo qual Hitman é conhecido.

Quando você está fazendo um jogo stealth, é importante descobrir novas formas de criar tensão. Nós criamos vários protótipos para Hitman: Absolution e aprendemos que criar um medidor era um jeito muito efetivo de comunicar ao jogador que ele está prestes a ser visto. Nos jogos anteriores, isso era frustrante porque você não sabia quando um inimigo estava prester a te ver. E esse medidor tem um bônus de te fazer contorcer enquanto joga, criando mais tensão. Eu me vi várias vezes dizendo ‘Oh! Oh! Oh!’ enquanto estava testando o game“.

O produtor também garantiu que foram feitas melhorias nos disfarces que o Agente 47 pode usar. Agora, a efetividade de um disfarce é relativa. Se você se disfarçar de policial dentro de uma delegacia, por exemplo, há grandes chances dos outros policiais não caírem no truque, porque o seu rosto não é familiar ao ambiente. Mas se você usar o disfarce de policial na rua, ele será bem mais efetivo. Outra diferença nos disfarces é o grau de proteção que eles conferem: um disfarce de membro da SWAT oferece mais proteção do que um de médico. Por fim, enquanto disfarçado, o Agente 47 poderá fazer algumas ações para passar despercebido, como coçar a cabeça ou falar no rádio.

Abralk comentou que, se nos jogos anteriores, o jogador era punido por seguir uma caminho com mais ação (invés de passar despercebido, sair atirando), dessa vez essa alternativa é mais atraente. O jogador pode escolher livremente como abordar cada missão.

Por fim, o produtor descartou qualquer tipo de multiplayer no título, já que “o Agente 47 trabalha sozinho“.

Hitman: Absolution, publicado pela Square-Enix ou Eidos Interactive dependendo do país, será lançado para PCPS3 e Xbox 360 sem data marcada ainda.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários