Parece que Battlefield 4 poderá rodar em um PC muito inferior ao mínimo requerido

battlefield 4 gameplay

Lembra quando os requisitos mínimos de Battlefield 4 foram divulgados há algumas semanas atrás? Pois bem, eles eram relativamente modestos e a maioria das máquinas por aí deve conseguir rodar o jogo tranquilamente.

Porém, segundo pesquisa do Dual Shockers, parece que realmente a maioria dos PCs conseguirá jogar Battlefield 4 – mesmo aquele computador velho da sua mãe que trava quando vai jogar campo minado.

A publicação andou brincando um pouco com a demo de Battlefield 4 e com as possibilidades gráficas da demonstração. Basicamente, o que eles descobriram é que é possível alterar a resolução com que o jogo cria os objetos da tela e depois envia para o seu vídeo. Assim, é possível chegar a resoluções à extremos de 256×192, diminuindo drasticamente a qualidade gráfica do jogo e fazendo com que Battlefield 4 possa rodar em computadores bem inferiores ao mínimo divulgado pela EA e pela DICE.

Aliás, essa descoberta não foi exclusiva do Dual Shockers. Já rola no Youtube vídeos do game sendo jogado nessas resoluções para se ter uma noção de que é possível rodar Battlefield 4 em resoluções baixíssimas:

Se os gráficos do game podem ir à extremos negativos, também podem ir à extremos positivos, chegando a resoluções de 4k (3840 × 2160).

Battlefield 4 chega para PC, PS3 e Xbox 360 em Outubro. O game deverá ser lançado para PS4 e Xbox One posteriormente.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...