Novo vídeo mostra o Battle Mode de Mario Kart 7

  Leandro de Barros  |    domingo, 13 de novembro de 2011

O jogo estará disponível no dia 4 de dezembro. A versão portuguesa do game virá com textos traduzidos, então é possível que a versão brasileira também.

Dois novos vídeos de Mario Kart 7 foram divulgados recentemente, trazendo um pouco mais de velocidade e adrenalina para o seu fim de semana. Esqueça Gran Turismo 6, esse jogo não vai chegar aos pneus de Mario Kart 7.

Um dos vídeos trás um dos modos de corrida mais legal da história do setor 2814 do Universo: o Battle Mode de Mario Kart. Encarne o Sweeth Tooth que há em você e manda brasa.

O vídeo mostra dois tipos de partidas dentro do Battle Mode: um, que é a clássica, onde cada personagem tem uma quantidade de balões e o objetivo é destruir os balões adversários sem deixar que destruam o seu. O outro é basicamente a mesma coisa, só que com moedas. Sabe aquele caso do problema de matemática do Chaves, em que ele sabia responder com maçãs e o problema era com laranjas? Então, provavelmente os programadores não quiseram correr esse risco.

O tal vídeo está lá em cima, para sua apreciação.

Aqui embaixo, está outro vídeo divulgado pela Nintendo. Resumindo de maneira porca, é apenas mais do mesmo em questão de jogabilidade, mas após uma análise mais aprofundada, pude perceber um certo padrão nas pistas mostradas: são todas pistas climáticas, se você considerar um navio um tipo de clima. Veja corrida na chuva, embaixo d’água, na praia, na neve, na areia e onde mais a mente insana dos japoneses que programaram Mario Kart 7 te levar.

Olhe, olhe:

Reparem que os dois vídeos já possuem gameplay com os novos personagens anunciados no game. YEY!

O jogo estará disponível lá no dia 4 de dezembro. A versão portuguesa do game virá com textos traduzidos, então é possível que a versão brasileira também.

via Nintendo Everything (1 e 2)


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários