Nintendo não planeja um programa de embaixadores para o Wii U

Algum tempo depois do Nintendo 3DS ter chegado às lojas (e estar passando por uma dificuldade em vendas), a Nintendo realizou algumas ações para dinamizar a venda do seu novo portátil. Corte no preço, novos games e outros tipos de medidas foram tomadas, para que o 3DS começasse a vender bem.

Porém, para valorizar os “early adopters”, a galerinha que comprou o 3DS logo no começo e deu aquela força marota pra Big N, a empresa japonesa adotou um “programa de embaixadores do 3DS”.

Basicamente, quem tivesse comprado o portátil até agosto de 2011 (seis meses depois do lançamento no Japão) teria direito à 20 jogos de grátis para o 3DS – 10 desses jogos seriam de NES e os outros 10 de Gameboy Advanced.

Quando perguntada se estaria pensando em alguma medida similar para quem comprou o Wii U no lançamento – já que um corte de $50 dólares no preço do video-game está agendado para o dia 20 de Setembro – a Nintendo respondeu negativamente:

[quote]O programa de embaixadores só está disponível para qualquer dono de um Nintendo 3DS comprado antes do dia 12 de Agosto de 2011 e não temos planos para um programa similar como Wii U[/quote]

A declaração continuava, dizendo que a Nintendo “aprecia o apoio aos nossos produtos” e que os seus comentários sobre o assunto serão arquivados para que os outros departamentos da companhia possam blablabla.

[vejamais]

+ sobre a Nintendo:

[/vejamais]

E aí está. Sem joguinhos de graça pra quem comprou o Wii U no começo. A partir do dia 20 de Setembro, o video-game passa a custar $300 dólares lá fora – mesmo que a própria Nintendo tenha dito em JANEIRO desse ano que NÃO IA diminuir o preço do Wii U.

Não que eu esteja reclamando de um corte no preço, claro. É só que quando o mercado aperta, aperta…

via Wii U Daily

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...