Não foi dessa vez: site-teaser de Fallout 4 era falso

Leandro de Barros

  segunda-feira, 09 de dezembro de 2013

Não foi dessa vez: site-teaser de Fallout 4 era falso

Cidadão paga mais de $900 dólares para trollar os fãs de Fallout

FalloutEstamos todos lembrados daquele teaser-site que iria, em tese, anunciar o glorioso, lindo e fofinho Fallout 4 pra gente no dia 11 de Dezembro de 2013? Pois bem, lamento informar que a parada toda não passava de uma brincadeira, uma folgança, um flauteio, uma mofa, uma mangação, uma risota, uma pândega, um motejo, uma folia, uma troça… enfim, uma zoeira.

Um ser humano com nada mais do que as mais profundas trevas e paixão pelo caos, pronto para desrespeitar as leis mais antigas e sagradas desse nosso planeta, resolveu que seria de bom tom brincador com os nossos coraçõezinhos indefesos e montou toda a galhofagem para enganar os incautos e fazer com que as pessoas acreditem que há realmente um Fallout 4 em produção.

Mas não há e nem houve: a Bethesda negou que seja responsável pelo site e o rapaz que armou a brincadeira foi revelar o seu plano maligno no Reddit – como todo vilão exemplar precisa fazer.

Em entrevista ao Eurogamer, o espírito sombrio revelou que armou esse circo todo apenas para dar aquela ~zoada maneira e ver o circo pegar fogo, além de querer “forçar a Bethesda a revelar algo no VGX 2013 e unir a comunidade de Fallout no Reddit”. Falhou em ambos, aparentemente.

O cara ainda disse que havia um trailer em CGI que ele tinha encomendado para divulgar no dia 11 de Dezembro, apenas para deixar o público com o cabelo ainda mais em pé, mas ele desistiu de divulgar o material após a Bethesda dar uma “puxada de orelhas” nele.

Para terminar, o cidadão revelou que até já sofreu ameaças de morte por causa do site falso e conclui a experiência com uma frase: “Eu sei que sou um idiota”.

Pelo menos ele sabe, não é?


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários