Microsoft anuncia o Xbox One, sucessor do Xbox 360

Leandro de Barros

  terça-feira, 21 de maio de 2013

Microsoft anuncia o Xbox One, sucessor do Xbox 360

Empresa americana anuncia o Xbox One, sucessor do Xbox 360

Numa conferência curta, de apenas uma hora, a Microsoft anunciou oficialmente o seu novo console, o Xbox One. O novo console da empresa chegará às lojas ainda nesse ano, ainda sem data confirmada.

Focando apenas no console e nas suas funcionabilidades, a Microsoft deixou os games do novo Xbox para a E3 2013, apesar de ter mostrado alguns. O assunto foi mesmo o Xbox One e o que ele faz.

xbox one

o novo Xbox

TV, Games e música – todo o entretenimento num aparelho só

Na E3 do ano passado, com o Smartglass, a Microsoft pretendia unir toda a sala de estar das pessoas num aparelho só. A ideia era simples: ligar todo o entretenimento da família num único lugar. Com o Xbox One, a empresa leva a estratégia para um novo nível.

O novo console será um aparelho de entretenimento completo, explorando todas as funcionabilidades da TV inteligente – algo que ocupou a maior parte da apresentação da Microsoft.

Em uma demonstração, a empresa mostrou como o Kinect 2.0 será utilizado para comandar o Xbox One em suas funções “extra-gaming”. Através de comandos de voz (ou gestuais) o jogador poderá, por exemplo, alternar entre a TV, o game, player de música e outros aplicativos da Xbox Live instantâneamente – recurso chamado pela Microsoft de Instant Switching.

Na nova Xbox Live (que lembrará o que você fez por último), uma nova área: Trending, que mostrará o que está sendo mais popular no console em termos de games, séries de TV e filmes. Basicamente, você poderá ver o que está sendo jogado e assistido pelos seus amigos e outros usuários do console.

O Xbox ainda terá um “Snap Mode”, permitindo o uso de dois aplicativos em simultâneo, integrado com um smartphone. No exemplo mostrado pela empresa, enquanto se assiste um filme será possível pesquisar informações sobre o elenco, sequências e afins.

As duas últimas funções exibidas pela Microsoft no Xbox One (além da presença do Skype no console) são o Live TV e o Xbox One Guy. O Live TV será uma espécie de interatividade com programas televisivos. Por exemplo, em um jogo de basquete visto pelo Xbox One, o espectador poderá ter receber estatísticas dos jogadores em ligas virtuais (tipo o Cartola, da Globo, por exemplo. No exemplo de futebol, seria algo como você ver uma partida onde o Neymar faz um gol e aparece na tela quantos pontos ele ganhou no Cartola). A Microsoft pretende usar esse recurso em vários eventos, como o Oscar, Globo de Ouro, SuperBowl e afins.

Já o Xbox One Guy é uma grade da programação da TV americana. Infelizmente, as duas novidades são mais voltadas ao público norte-americano.

o novo controle

o novo controle

Especificações técnicas do Xbox One

De acordo com a Microsoft, o Xbox One (que não rodará games de Xbox 360, já que terá um leitor Blu-Ray) terá um processador de 8 núcleos com 8 Gb de Memória RAMa MESMA configuração do PS4.

Como já dito na época do anúncio do console da Sony, a potência é incrível e MUITO acima da capacidade dos consoles atuais – o que, esperamos, seja o suficiente para gerar novos games e novas franquias que fujam da mesmice da indústria atual.

No diferencial para o PS4 está o Kinect 2.0, que a Microsoft diz ter sido totalmente refeito. Agora, o Kinect terá maior capacidade de processamento de imagens e voz, dando suporte aos comandos sonoros de todos os membros da família do dono.

O Kinect também terá uma leitura mais fluída dos movimentos corporais do jogador, analisando mais pontos do corpo humano e começando a analisar também a intensidade e a energia dos movimentos.

Outra novidade interessante é um banco de dados mundial interligado fornecido pela Microsoft. Basicamente, o Xbox One lerá as informações de como o jogador joga, qual seu estilo em determinado game e por aí vai, para que as empresas possam ter acesso à essas informações nos modos multiplayers dos games. Exemplo: imagine que você comprou o Street Fighter 78, mas você já tinha o Tekken 66. No Tekken 66, você costumava jogar com o Tião Pé-de-Breque, um guerreiro conhecido pela sua sutileza. Assim, o banco de dados da Microsoft te marca como um jogador de games de luta que gosta da porradaria ao estilo Tião Pé-de-Breque. Quando você coloca o Street Fighter 78 pra rodar e vai pro multiplayer, ele já seleciona participantes que encaixem no seu estilo de jogo ou que usem personagens ideais pra você enfrentar. Serão mais de 300 mil servidores exclusivos para isso.

E os games?

Como já anunciado antes, a Microsoft resolveu deixar os games para a E3 desse ano. Porém, tivemos algumas coisinhas por lá.

EA Sports – a EA Sports esteve presente no evento e anunciou a EA Sports Ignite, sua nova engine. Basicamente, a empresa está focada em produzir games esportivos cada vez mais “reais” e que emulem a atmosfera de partidas esportivas com maior precisão. As características da nova engine são uma “inteligência humana” na sua IA e o efeito dos espectadores no desempenho dos jogadores/lutadores. A empresa anunciou que o FIFA 14, o novo Madden, o novo NBA Live e o novo UFC serão lançados dentro dos próximos 12 meses para o Xbox One, com o modo Ultimate Team do FIFA 14 sendo exclusivo do console da Microsoft;

Microsoft Studios – a Microsoft Studios subiu ao palco para anunicar dois games e uma promessa. Os dois games são Forza Motorsport 5 e Quantum Break (o primeiro é a nova edição da série de corridas da Microsoft, enquanto o segundo parece ser uma ficção científica envolvendo o tempo – talvez o jogador tenha a capacidade de voltar o tempo ou rever eventos passados, não foi bem explicado). Já a promessa é de lançar 15 novos jogos no primeiro ano do Xbox One (Forza 5 sairá junto do console) e 8 novas franquias – dentro desses 15 jogos;

Call of Duty: Ghosts – o novo Call of Duty teve seu primeiro vídeo exibido. O game terá uma engine nova e mostrará uma equipe do exército americano sobrevivente à algum tipo de catástrofe. Veja o vídeo:

Conexão permanente ou não? E os games usados?

Um dos medos dos gamers sobre o novo Xbox seria o rumor de que o console iria requerer conexão permanente com a Internet para funcionar. O Xbox One terá ou não isos? A resposta, como a resposta para tudo na vida, é: depende.

De acordo com o Wired, que viu o console antes de todo mundo, o Xbox One terá a possibilidade dos game designers usarem os servidores da empresa para rodar algumas funções do jogo ao invés de usar o hardware do console. Com isso, alguns games precisariam sim da conexão permanente – embora isso seja opcional dos desenvolvedores.

Sobre os games usados, a Microsoft colocou uma função que deve coibir o mercado: os games precisarão ser instalados no console antes de jogar e serão linkados com o perfil do jogador na Xbox Live. Para usar o game em uma outra conta, será necessário pagar uma pequena taxa.

Ou seja: você ainda poderá comprar um game usado, mas precisará pagar um pouco (valor não divulgado) para ter acesso ao game na sua conta da Live.

Série live-action de Halo, com produção de Steven Spielberg

Para completar o relato, vale a informação mais interessante: a Microsoft anunciou uma série live-action de Halo, com produção de Steven Spielberg. Porém, a única informação divulgada foi que a série irá existir – com o canal, quantos episódios, quando estreia e outras coisas não foram mencionadas.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários