Maxis explica porque The Sims 4 não terá piscinas ou bebês

The Sims 4 vem aí e não conterá a forma favorita dos jogadores para matar seus sims: a piscina. Pois é, dessa vez você não poderá deixar um vizinho dentro da sua piscina, tirar a escadinha e vê-lo se desesperar perante a morte lenta e certa. Pelo menos não no jogo, na vida real essa é sempre uma possibilidade (mas não façam isso em casa, crianças!).

Além da ausência de piscinas, o game não terá também os toddlers, que são os sims bebês até 3 anos. Aparentemente, bebês se tornarão em crianças grandinhas de um dia para o outro.

Mas por que o 4º jogo da série não terá recursos que sempre estiveram presentes na franquia? A Maxis explicou hoje que tudo se resume à uma palavra: tecnologia.

[quote]O fato é que nós devemos a vocês uma explicação mais clara sobre o motivo de piscinas e bebês não estarem no lançamento do The Sims 4, então aqui vai. Começa com a nova tecnologia e sistemas que construímos para essa inédita base de jogo para o The Sims – novo sistema AI, novo sistema de animação, novas ferramentas de posicionamento de áudio, nova lógica de locomoção, nova inteligência de roteamento, e muito mais são inteiramente novos nesse jogo. A visão para o The Sims 4 é de uma experiência inédita que leva seus Sims à vida de maneiras mais profundas e unicamente pessoais – através de emoções, traços de personalidade, comportamentos e interações. Para fazer isso, nossa base tecnológica precisava de uma grande melhoria.

Então o principal é que quando nos sentamos e olhamos tudo que gostaríamos de fazer pare este jogo, toda nova tecnologia que queríamos construir nele, a circunstância é que existiriam trocas, e elas desapontariam alguns fãs. Difícil de aceitar, acredite em mim, mas realizar a visão estabelecida para o The Sims 4 exigia foco. Foco em revolucionar os próprios Sims. Então, ao invés de incluir bebês, decidimos ir mais fundo nas características que fazem Sims ganharem vida: emoções significativas e muitas vezes engraçadas; movimentos e interações mais reais; mais ferramentas no Criar Um Sim, e comportamentos mais realistas (e às vezes bizarros!) dos Sims. Ao invés de piscinas, decidimos desenvolver novos recursos-chave no Modo Construção: manipulação direta, construir uma casa quarto a quarto e ser capaz de compartilhar seus aposentos customizados facilmente, para tornar o ambiente imediato ainda mais relacionável e interativo para seu Sim.[/quote]

Enquanto isso, um jogador já iniciou uma petição no Change.org pedindo pra Maxis incluir as piscinas e os bebês no game. Como a própria explicação citou, esses recursos não estarão em The Sims 4 “no seu lançamento”, mas quem sabe depois num DLC? Provavelmente, é essa a intenção da empresa.

A primeira demo de The Sims 4 estará disponível no fim de julho.

Via Maxis

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...