Mais rumores sobre God of War IV chegam à internet

Rumores, rumores, rumores… sem eles, do que viveria a Internet?

Desde os primórdios da rede mundial de computadores, os rumores lançados por aqui atingem proporções épicas. Se você teve uma infância digna e feliz, deve se lembrar de algum momento onde um amigo disse ter feito algo extraordinário como “Zerei Street Fighter II 40x com a Chun-Li e apareceu o Link de Zelda como personagem jogável“, ou “Encontrei um Yoshi preto em Super Mario World” ou até, quem sabe, “Consegui capturar o Mew sem gameshark no Pokemon Blue, pena que não salvou“. Se naquela época o máximo alcance que esses papos tinham era o recreio da escola no dia seguinte, hoje em dia o que, por exemplo, uma loja da Nova Zelândia diz, pode chegar ao mundo inteiro.

A loja Mighty Ape colocou à venda o God of War IV com a data estimada para setembro do ano que vem. Eu tenho, por convicção íntima, nunca, EM NENHUMA HIPÓTESE, confiar num site que possui um macaco no logo. Sério, sites com macacos no logo ou como mascote NÃO SÃO CONFIÁVEIS. Fora esse absurdo, como uma loja coloca pra vender um jogo que nem foi anunciado ainda?

Aí a gente para pra ver o anúncio direito e dá de cara com uma logo de God of War IV facilmente encontrada no Google, feita por um fã. Então fica naquelas, wat?

O problema é que no fim do mês passado, o estúdio da Sony de Santa Mônica colocou um anúncio de emprego para programadores trabalharem com o time de God of War. O problema é que, ao citarem God of War, todo mundo já pirou achando que estavam fazendo um novo game. Ninguém parou pra pensar que, talvez, era o estúdio de Santa Mônica se apresentando: “Hey, nós criamos God of War, vem trabalhar com a gente!“. Eles nunca disseram: “Vem trabalhar no novo God of War“.

Mas aí amigo, até convencer que fucinho de porco não é tomada, o assunto já tomou a internet e não tem muito o que fazer. É bem possível que God of War IV esteja em desenvolvimento, já que a própria Playstation do México já “confirmou” o jogo, mas antes de colocar o jogo na sua loja, espere ele ser oficializado.

via VG 24/7

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...