Injustice: Gods Among Us terá o filho do Batman e dublagem em português

Leandro de Barros

  segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Injustice: Gods Among Us terá o filho do Batman e dublagem em português

Game poderá ter Damian Wayne, o filho do Batman, e dublagem em português brasileiro

Se você andava ansioso pelo lançamento de Injustice: Gods Among Us, duas novidades surgiram hoje para aumentar essa ansiedade. A primeira delas é em relação ao elenco de personagens do game.

Como você já deve saber, o título ganhará um prelúdio em quadrinhos (como está virando moda ultimamente). Numa arte desse gibi, a presença de Damian Wayne, o filho do Batman e atual Robin, foi revelada. A trama do game causa uma cisão entre os principais heróis da DC Comics. De um lado, liderados pelo Superman, estão heróis como a Mulher-Maravilha e o próprio Damian Wayne. Do outro, liderados pelo Batman, estão personagens como o Asa-Noturna, Arqueiro Verde e o Aquaman.

Injustice HQ 01

Não se sabe se o Robin estará disponível para jogar ou apenas como um personagem da trama do game.

Em uma notícia relacionada, a Warner Bros. divulgou hoje que o game chegará ao Brasil totalmente em português e com as vozes originais dos personagens da DC Comics em filmes e animações de TV. Por exemplo: Guilherme Briggs, que dublou o Superman em vários projetos, como a animação da Liga da Justiça, dublará o personagem também no game. Ettore Zuim, responsável por dublar o Batman nos filmes de Christopher Nolan, trabalhará novamente com o personagem no game.

Além disso, o game chegará às lojas com uma edição especial incluindo a animação A Liga da Justiça: Doom e A Legião do Mal em Blu-Ray e DVD, para PS3 e Xbox 360 respectivamente. Além disso, uma edição limitada nacional trará skins do Batman, Mulher-Gato e Coringa no game Batman: Arkham City.

Injustice: Gods Among Us sairá em abril para Xbox 360, PS3 e Nintendo Wii U.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários