Enquanto Pokémon X e Y quebra recordes de vendas, um bug pode estragar o seu save

Leandro de Barros

  quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Enquanto Pokémon X e Y quebra recordes de vendas, um bug pode estragar o seu save

Nintendo revela que Pokémon X e Y venderam mais de 4 milhões de cópias juntos e o jogo se torna o mais vendido em menos tempo do 3DS

No último dia 12 de Outubro, a Nintendo lançou o aguardado Pokémon X e Y, novos títulos de uma das franquias mais duradouras da Big N e uma das principais séries dos mercado de portáteis do mundo.

Em um press release divulgado hoje, a empresa japonesa revelou que as duas versões do jogo já venderam mais de 4 milhões de cópias pelo mundo, transformando Pokémon X e Y nos jogos mais vendidos no menor tempo da história do 3DS. E se as vendas continuarem crescendo, não demorará muito para que Pokémon ultrapasse títulos como New Super Mario Bros. 2 (6,42 milhões de cópias) e Animal Crossing: New Leaf (5,40 milhões de cópias) – o jogo mais vendido da história do 3DS é Super Mario 3D Land, com 8,29 milhões de cópias.

Lumiose City, a Paris dos Bugs

Lumiose City, a Paris dos Bugs

Porém, nem tudo são flores para os pokéfãs pelo mundo. Os fóruns do GameFaqs.com estão cheios de jogadores relatando um bug que está corrompendo os saves de Pokémon X e Y da galera. Basicamente, o bug faz com que o game congele e, depois de reiniciado o 3DS, o game volta a congelar cada vez que o save é carregado, forçando o jogador a deletar seu jogo e começar novamente.

A causa desse bug parece ser quando os jogadores salvam o jogo nas ruas de Lumiose City, a maior cidade do game. Portanto, seja a sua versão física ou digital, evite salvar o jogo por lá até que a Nintendo lance algum tipo de patch corretivo (apesar da empresa não ter se pronunciado sobre o caso até o momento de publicação dessa nota).


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários