EITA: Microsoft pode ter pago à Youtubers do Machinima para falar bem do Xbox One

Xbox One Machinima

Segundo uma matéria do Ars Technica, a Microsoft pode ter borrado um pouco a linha entre a parte editorial e financeira de alguns canais no Youtube voltados ao público gamer.

De acordo com o site, que teve acesso à um suposto contrato de publicidade entre a network Machinima e a Microsoft, as partes negociaram uma campanha de publicidade onde os canais da network iriam promover o Xbox One com um pagamento de $3 dólares a cada mil visualizações.

O suposto contrato da campanha possui algumas cláusulas relativamente normais em relação à esse tipo de campanha (deviam incluir 30 segundos de conteúdo referente ao Xbox One e seus jogos, citar a marca Xbox One no vídeo e incluir a tag XB1M13), mas uma delas, porém, causa alguma polêmica: os Youtubers não poderiam dizer nada negativo ou depreciativo sobre o Machinima, o Xbox One ou qualquer dos seus jogos no vídeo da campanha. Além disso, os Youtubers não poderiam citar o contrato ou seus detalhes publicamente, mantendo o acordo em segredo – em outras palavras, a Microsoft estava pagando para Youtubers da rede Machinima para que eles elogiassem o Xbox One publicamente (ou, pelo menos, agissem de forma neutra em relação ao console), sem poder dizer que estavam sendo pagos para tal.

[vejamais]

Veja também:

[/vejamais]

Além do suposto contrato divulgado pelo Ars Technica e de uma imagem de um suposto email enviado pela network para os seus membros, a terceira evidência desse caso seria um tweet (já apagado) do gerente de comunidade do Machinima no Reino Unido, onde o funcionário da empresa reforça a existência da campanha e convida os membros da network à participar da iniciativa.

Até o momento, nem a Microsoft e nem o Machinima se pronunciaram sobre o caso.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...