EA anda exibindo um preview de Battlefield 4 para lojistas

Não é segredo nenhum que a DICE e a Eletronic Artsandam tocando à todo vapor a produção de Battlefield 4, novo game da franquia FPS.

O jogo já deve estar relativamente avnaçado, embora nós não tenhamos visto nada até o momento. Pelo menos por enquanto, já que a EA anda exibindo previews do título para lojistas.

O CEO da GameStop, uma das maiores cadeias de lojas de games do mundo, postou no Twitter ontem, dizendo que tinha acabado de ver o novo título em ação.

Pude ver Battlefield 4 hoje e tudo o que posso dizer é WOW! Obrigado à EA pela espiadinha. Mal posso esperar para que todos vejam o game“.

Se o game já pode ser exibido para lojistas, a expectativa é grande para quando poderemos ver Battlefield 4. Quem sabe ainda hoje, quando a Sony anunciar o PS4?

Em uma notícia relacionada, Michael Pachter, analista de mercado da Wedbush Morgan, declarou em entrevista ao OXM que a franquia Battlefield deverá dominar o mercado de FPSs na próxima geração, derrubando a bilionária série Call of Duty, da Activision.

A franquia Call of Duty já está no seu máximo potencial de vendas anuais e é bem provável que nós vejamos suas vendas estabilizarem. Battlefield 4 deverá sair na próxima primavera [setembro~novembro] e os novos consoles estão saindo, então isso deverá impactar as vendas [de CoD]. É improvável que CoD desapareça da face da Terra nos próximos anos, já que o seu público e comunidade multiplayer online são tão fortes. A Activision pode fazer algum grande erro, mas a franquia é importante demais pra algum vacilo desse tipo. O maior risco é o cansaço dos consumidores – há alguns anos CoD era um jogo de tiro da Segunda Guerra Mundial, aí mudou para Modern Warfare e então para Black Ops. Eles trabalharão duro para manter a série renovada“, disse Pachter.

Basicamente, o analista está dizendo que a série Battlefield tem um potencial de crescimento muito maior que o de Call of Duty. Segundo Pachter, CoD precisará trabalhar muito e inovar bastante para manter sua posição e suas vendas, sob o risco de ver seus números diminuírem caso não inove. Enquanto isso, Battlefield tem mais chances de crescer e dominar o mercado.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...