E é claro que o PETA aproveitou o novo Pokémon para parodiar a série

Leandro de Barros

  sexta-feira, 11 de outubro de 2013

E é claro que o PETA aproveitou o novo Pokémon para parodiar a série

Organização usa novamente Pokémons para protestar contra o McDonald's e a Nintendo

Peta Pokemon

Como já era esperado, o PETA pegou carona na onda de atenção que o lançamento de Pokémon X e Y está/irá gerando/gerar nesse fim de semana, para divulgar a sua causa.

A instituição, que já havia parodiado os games da Nintendo em uma ocasião anterior, lançou hoje um web game chamado Pokémon: Red, White & Blue, onde a organização aproveita para criticar duramente o McDonald’s e a própria Nintendo.

No game, o jogador controla o Pikachu… opa, peraí. O jogador não controla nada porque controlar viola os direitos de liberdade do Pikachu em questão. Deixa eu refazer…

No game, o jogador INTERPRETA o Pikachu numa jornada para libertar os animais das mãos dos seus malvados donos que só querem saber de vender hambúrguer, bonequinho e duas versões do mesmo jogo!

Entre as acusações do game, estão as habituais denúncias de maus-tratos aos animais por parte do McDonalds, além de responsabilizar a Nintendo por “diminuir a empatia dos jovens em relação aos animais” e criticar a empresa japonesa por usar a imagem dos Pokémons para justificar o consumo de carne com as crianças (a nova promoção do McDonalds envolve a distribuição de bonecos de Pokémons nos brindes do Happy Meal).

“Nosso jogo-paródia é uma maneira divertida de abordar um assunto sério – que a Nintendo está errada em permitir que o McDonald’s seduza as crianças usando seus amados e fofos ícones, quando a verdade é que Pokémon tem sido usado para mascarar o que horrorizaria as crianças”

Aparentemente, mais um caso do PETA sendo o PETA – e não se importando em conhecer um pouco um dos alvos dos protestos para perceber que a mensagem de Pokémon, em qualquer mídia, é de amor aos animais. Pelo que parece, a instituição prefere ganhar a publicidade à qualquer custo, mesmo que esse custo seja a credibilidade da causa que defende.

Infelizmente, como uma certa fábula ensina, quando você resolver gritar “Lobo!” de verdade, ninguém vai ouvir.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários