Dragon Age: Inquisition não será um “modelo” para o novo Mass Effect

Dragon Age: Inquisition se tornou o principal lançamento da história da BioWare e arrebatou um monte de prêmios durante as recentes semanas.

Porém, isso não significa que o game será algum tipo de modelo para o vindouro novo título de Mass Effect. Quem esclarece as coisas é Aaryn Flynn, gerente-geral da BioWare:

[quote]Eu vi algumas pessoas pensando assim recentemente. Eu tenho uma ideia de onde isso tudo vem. Todos os nossos jogos estão usando a Frostbite agora. Nós dissemos que o novo Mass Effect (e nossa franquia nova também, mas eu não falarei disso agora) usa algumas tecnlogias de Dragon Age: Inquisition. Nós gostamos de construir areas maiores que os jogadores podem explorar com menos atrito, então isso estará no game.

Mas além disso, o novo Mass Effect será (e deve ser mesmo) baseado no seu próprio passado rico e bem sucedido mais do que DAI possa inspirar.

Eu vou além e digo que abandonar os consoles mais antigos teve um impacto maior nos nossos objetivos com o novo Mass Effect do que o sucesso de DAI. Nós estamos orgulhosos do que DAI conseguiu alcançar, mas isso não faz dele um ‘modelo’ para qualquer outro jogo que a gente faça. Cada franquia precisa inovar e melhorar sua experiência baseada no que é melhor para ela, não com o que outro jogo teve sucesso porque ‘deu certo com ele'[/quote]

Você está muito ansioso por novidades do próximo Mass Effect?

via NeoGAF

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...