Diretor de Assassin’s Creed III acha que a imprensa favorece jogos japoneses

  Leandro de Barros  |    sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Alex Hutchinson dispara contra a imprensa dos games por favorecer os jogos japoneses

Em entrevista ao CVG, o diretor criativo de Assassin’s Creed III, Alex Hutchinson, teceu fortes críticas à imprensa especializada em relação à diferença de tratamente entre os games ocidentais e orientais.

Segundo Hutchinson, os games japoneses são recebidos com críticas “sempre injustamente favoreáveis” em relação às críticas feitas aos jogos ocidentais.

Eu acho que exista um racismo sútil no mercado, especialmente por parte dos jornalistas, onde os desenvolvedores japoneses são perdoados pelo que eles fazem. Acho que existe uma condescendência em relação à isso. Pense em quantos jogos japoneses que são lançados com histórias que são literalmente sem nexo. Literalmente sem nexo. Não tem como escrever histórias daquelas com seriedade e os jornalistas acham isso brilhante. Daí vem Gears of Wars e, aparentemente, consideram o game como a pior narrativa da história. Eu prefiro muito mais Gears of War do que Bayonetta“, disparou Hutchinson.

O diretor de Assassin’s Creed ainda disse que se sente feliz com os debates dos fãs em torno das tramas da franquia, especialmente de Assassin’s Creed III:

A melhor coisa sobre o game é que as pessoas possuem uma visão. Isso é perfeito. As pessoas estavam debatendo sobre o game. Nós não temos interesse em escrever sobre os patriotas ou os defensores do rei e do país. Quer dizer, essas histórias são chatas. É engraçado ver esses debates online e nós desistimos de tentar nos expressar nesses debates porque o game falará por si mesmo“.

O que você pensa sobre as declarações do diretor criativo da Ubisoft?


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários