Criador explica o que os jogadores poderão fazer em No Man’s Sky

Leandro de Barros

  sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Criador explica o que os jogadores poderão fazer em No Man’s Sky

Desenvolvedor diz "como jogar" No Man's Sky

No Man’s Sky é um jogo muito aguardado para os donos de um PlayStation 4 ou um PC. Um dos destaques da E3 2014, o game desenvolvido pela Hello Games tem um conceito muito interessante: um universo gigantesco gerado completamente por programação, onde nem mesmo os desenvolvedores sabem EXATAMENTE tudo o que está lá dentro, e onde os jogadores poderão explorar e desbravar por horas e horas.

Mas… COMO se joga isso exatamente? Qual o objetivo? O que eu faço? Dá pra atirar? Eu tenho de ir pra algum lugar? Essas perguntas andam populando a cabeça dos interessados por No Man’s Sky e Sean Morris, desenvolvedor do título, respondeu algumas delas em entrevista ao Eurogamer (que você pode ler completa aqui!).

Existe a resposta que eu quero dar e existe a resposta que eu não posso dizer. A que eu quero dar é que é um jogo aberto e os jogadores poderão apreciá-lo e jogá-lo de muitas maneiras diferentes. Mas então tem a resposta que eu tenho que dar. Existe um modo de jogo central. Temos a jornada do jogador que, se eles jogarem linearmente, envolve a viagem desde a parte mais externa da galáxia até ao centro dela, é meio que o começo e o fim do jogo.

Enquanto eles viajam, eles vão melhorando as naves, melhorando as armas, melhorando a roupa que usam. E eles precisam fazer isso porque são muito vulneráveis e serão atacados por inimigos programados por computador, potencialmente (mas muito raramente) por outros jogadores, coisas assim. Temos a possibilidade de combate espacial, combate no chão e a possibilidade de comércio de itens se o jogador quiser, minerando recursos e coisas do tipo, além de só exploração se você quiser também.

Todas essas coisas funcionam num loop. A maioria delas dá dinheiro – que nós chamamos de Units – e você pode usar esse dinheiro para melhorar sua nave – e você precisará fazer isso para poder viajar mais longe. Conforme você chega mais perto do centro da galáxia, vai descobrir que é um lugar mais perigoso – como em qualquer jogo – e vai descobrir que as melhores naves só estão disponíveis por ali. Ou pelo menos são muito mais comuns lá, assim como as melhores armas, melhorias da roupa e recursos que valem bem mais, além de outras naves que você pode atacar e que valem mais porque elas estão negociando esses recursos mais valiosos

Basicamente, o jogo dará a opção para o jogador agir de diferentes formas para atingir seus objetivos. Enquanto alguns vão preferir apenas explorar e conhecer aquele universo, outros poderão agir como “piratas espaciais”, atacando embarcações para obter recursos e vendê-los para ganhar mais dinheiro.

Além disso, o desenvolvedor comentou que os jogadores não saberão se foram atacados por um outro jogador ou por um inimigo controlado pela programação do game – a não ser, claro, que eles saiam da nave e coisas do tipo.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários