Conheça os personagens do multiplayer de Resident Evil: Operation Raccoon City

  Leandro de Barros  |    sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Jogue com Jill Valentine, Leon Kennedy, Claire Redfield, Carlos Oliveira, Hunk. Nicholai Ginovaef, Lone Wolf e Ada Wong no multiplayer do game

O novo jogo da franquia Resident Evil para PC e os consoles da nova geração, Resident Evil: Operation Raccoon City, ganhou um novo trailer hoje, apresentando os personagens disponíveis para o jogado no modo multiplayer do game.

Do lado dos heróis, os jogadores poderão utilizar Jill Valentine (protagonista de Resident Evil e Resident Evil 3, da série principal); Leon Kennedy (protagonista de Resident Evil 2 e Resident Evil 4, da série principal); Claire Redfield (protagonista de Resident Evil 2 e Resident Evil CODE: Veronica, da série principal); e Carlos Oliveira (personagem de Resident Evil 3).

No lado da USS (Serviço de Segurança da Umbrella) estão Hunk (conhecido como o melhor soldado da Umbrella); Nicholai Ginovaef (Resident Evil 3 Nemesis); Lone Wolf (em sua primeira aparição na série); e Ada Wong (Resident Evil 2 e Resident Evil 4).

Confira abaixo o vídeo:

Confira aqui e aqui toneladas de gameplay do jogo.

A trama de Operation Raccoon City acontece entre os eventos de Resident Evil 2 e Resident Evil 3: Nemesis e se passa em Racoon City, onde os moradores se transformaram em zumbis após o vazamento do T-Vírus, uma arma biológica desenvolvida pela companhia farmacêutica Umbrella. O jogador assumirá o papel de um oficial da Umbrella Security Service (Serviço de Segurança da Umbrella, em tradução livre). A USS possui diferentes tarefas para destruir as evidências da atividade ilegal da Umbrella, incluindo matar sobreviventes do vazamento.

Resident Evil: Operation Raccoon City será lançado para PS3, Xbox 360 e PC em março de 2012. A Capcom prometeu uma demo para o começo do ano que vem.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários