Chefão da Paradox diz que a próxima geração de consoles deve ser a última

Durante uma reunião anual da Paradox Interactive, o CEO da empresa, Fredrik Wester, comentou sobre o futuro da empresa e o futuro da indústria dos games em geral.

Além de ressaltar que a Paradox Interactive aumento suas receitas de vendas digitais em 97% em 2011, Wester disse que a próxima geração de consoles, quando chegar, deve ser a última.

A próxima geração de consoles vai, provavelmente, ser a última“, disse o CEO. “Eu ficaria surpreso se nós tivessemos outra geração depois desta“.

Há uma certa quantidade de conversas sobre a necessidade de uma nova geração de consoles no momento. A Sony, por exemplo, diz que ainda não há motivo para avançar nesse sentido, já que os estúdios não utilizam 100% da capacidade do PS3 ainda.

Alguns estúdios, como a Ubisoft, reclamam que a atual geração de consoles não acompanha a tecnologia e a criatividade da empresa, limitando o desenvolvimento de alguns títulos.

Enquanto isso, os rumores sobre uma possível nova geração de consoles abundam.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...