CEO da Ubisoft quer mais consoles!

O Wii U chegou em meados de novembros às lojas, dando um novo ar ao mercado de consoles mundiais, mas parece que não foi o suficiente. Ainda existe quem tenha uma sede por novidades tão insaciável que o novo console da Nintendo não é capaz de suprir sozinho.

Em entrevista ao Polygon, o CEO da Ubisoft, Yves Guillemot, disse que nós precisamos de mais consoles e que a transição de uma geração para a outra tem sido muito longa.

Nós precisamos de novos consoles e no final de cada ciclo, normalmente o mercado tem uma queda, porque existem menos novidades, novas franquias, o que machuca um pouco a indústria. Espero que na próxima geração, eles [consoles] saiam mais frequentemente“, disse Guillemot.

O argumento do executivo gira em torno do fato de que os criadores e desenvolvedores de games costumam apostar em novas franquias e novas ideias quando há uma transição de hardwore, no nascer de uma geração. Apesar de consoles como o PlayStation 3 ainda possuírem lenha pra queimar, Guillemot acha que as empresas não podem bancar o risco de tentar coisas novas nessa altura do campeonato.

Todos que estão arriscando e inovando são bem-vindos, porque existem muitos jogadores hardcore e esses caras querem novas coisas“, comentou o executivo, antes de concluir dizendo que “o começo de cada geração é sempre um bom tempo para inovações“.

Eu tenho notado que a maioria dos desenvolvedores que pede por uma nova geração de consoles não quer máquinas mais potentes para produzir gráficos ou sistemas mais complexos (até porque, já disseram por aí que o futuro da indústria não serão os jogos AAA – os blockbusters da indústria – que são muito caros). Parece que os desenvolvedores só querem um incentivo e um pouco d ear fresco à indústria.

Que tal fazer isso na atual geração mesmo?

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...