Capcom anuncia Resident Evil: Chronicles HD Collection

  Leandro de Barros  |    quarta-feira, 14 de março de 2012

Coleção trará versões remasterizadas de Resident Evil: The Darkside Chronicles e Resident Evil: The Umbrella Chronicles, lançados para o Nintendo Wii em 2009 e 2007 respectivamente

Se você é um fã da franquia Resident Evil, não tem nada do que reclamar em 2012. Se três games diferentes (Resident Evil: Revelations | Resident Evil: Operation Raccoon City | Resident Evil 6), um filme e um mangá não eram o suficiente para satisfazer a sua fome  de zumbis, a Capcom resolveu interceder por você e vai lançar MAIS UM jogo da franquia nesse ano.

Resident Evil: Chronicles HD Collection é a remasterização de dois games da franquia para o Nintendo Wii. Resident Evil: The Darkside Chronicles e Resident Evil: The Umbrella Chronicles, lançados para o console da Nintendo em 2009 e 2007 respectivamente, serão remasterizados com gráficos em HD e lançadospara o Playstation 3 em junho. O conjunto terá suporte ao Playstation Move.

Veja o trailer de anúncio do game:

A coleção será disponibilizada para compra na PSN em junho. Depois disso, cada um dos títulos será vendido em separado na plataforma da Sony.

Revisitando tramas anteriores da série e expondo as ações da Umbrella Corporation, The Umbrella Chronicles possui oito personagens jogáveis, incluindo Rebecca Chambers, Chris Redfield e Jill Valentine. Como visto anteriormente na versão do Nintendo Wii, o título também apresenta um novo capítulo da história de Resident Evil. A trama de The Darkside Chronicles leva os jogadores de vota à tentativa de fuga de Leon Kennedy e  Claire Redfield dos pesadelos de Raccoon City, enquanto finalmente revela a verdade sobre a briga entre Leon e Krauser“, diz o release da Capcom.

Resident Evil: Chronicles HD Collection estará disponível para PS3 em junho.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários