Apple não quer entrar no mercado dos games

  Leandro de Barros  |    quarta-feira, 30 de maio de 2012

Os jogos são legais, bem feitos, a capacidade dos hardwares é ótima mas segundo Tim Cook a empresa da maçã não tem nenhuma intenção de fazer frente à sua principal concorrente num futuro póximo.

Tim Cook, CEO da Apple, no All Things DigitalVocê lembra do Apple Pippin? Pois bem, eu cresci nos anos 90 e também não lembro. O Pippin foi a tentativa de entrada no mercado dos games pela Apple, fracassada desde o nome do console, imagina você dizendo: “Mãe, me dá um Pippin de Natal?”

Definitivamente não iria rolar, tanto que o console só vendeu cerca de 42 mil unidades em todo o mundo.

Mas agora você me pergunta: Leco, mas e os jogos de iPad/iPhone?

Os jogos são legais, bem feitos, a capacidade dos hardwares é ótima mas segundo Tim Cook a empresa da maçã não tem nenhuma intenção de fazer frente à sua principal concorrente num futuro póximo.

No evento All Things Digital, Tim disse que os games evoluíram e cada vez mais as pessoas jogam em dispositivos móveis, e mesmo ele sabendo que as pessoas adoram jogam a Apple não está interessada em desenvolver um console num futuro próximo e entrar no mercado tradicional de videogames.

Questionado também sobre a Apple TV, Cook confirmou o grande interesse da empresa, o que nos faz pensar que a Apple comerá pelas beiradas no mercado dos games, já que nos dispositivos móveis a empresa já tem grande influência, e com uma TV vindo por aí, dá para imaginar a integração de jogos no dispositivo, o que faria também parte da gama de jogos da Apple.

Ainda não é desta vez que teremos uma conferência da Apple na E3.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários