Apple não quer entrar no mercado dos games

Tim Cook, CEO da Apple, no All Things DigitalVocê lembra do Apple Pippin? Pois bem, eu cresci nos anos 90 e também não lembro. O Pippin foi a tentativa de entrada no mercado dos games pela Apple, fracassada desde o nome do console, imagina você dizendo: “Mãe, me dá um Pippin de Natal?”

Definitivamente não iria rolar, tanto que o console só vendeu cerca de 42 mil unidades em todo o mundo.

Mas agora você me pergunta: Leco, mas e os jogos de iPad/iPhone?

Os jogos são legais, bem feitos, a capacidade dos hardwares é ótima mas segundo Tim Cook a empresa da maçã não tem nenhuma intenção de fazer frente à sua principal concorrente num futuro póximo.

No evento All Things Digital, Tim disse que os games evoluíram e cada vez mais as pessoas jogam em dispositivos móveis, e mesmo ele sabendo que as pessoas adoram jogam a Apple não está interessada em desenvolver um console num futuro próximo e entrar no mercado tradicional de videogames.

Questionado também sobre a Apple TV, Cook confirmou o grande interesse da empresa, o que nos faz pensar que a Apple comerá pelas beiradas no mercado dos games, já que nos dispositivos móveis a empresa já tem grande influência, e com uma TV vindo por aí, dá para imaginar a integração de jogos no dispositivo, o que faria também parte da gama de jogos da Apple.

Ainda não é desta vez que teremos uma conferência da Apple na E3.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...