A Capcom ainda tem planos para o Mega Man

2012 é um ano com muitos aniversários. Aparentemente, 1962 e 1987 foram anos bem produtivos em termos de franquias para o cinema, games e quadrinhos. Nesse ano, por exemplo, o Homem-Aranha, o 007, o Thor e o Hulk comemoraram 50 anos. Já as franquias Street Fighter, Final Fantasy e Metal Gear comemoraram 25 anos de idade.

É tudo muito bonito, tudo muito legal, mas há um certo robozinho esquecido nessa brincadeira toda. O Mega Man TAMBÉM comemora 25 anos de idade em 2012, apesar da Capcom não ter planejado nada para comemorar esse feito. Talvez tenha rolado um bolo lá dentro da Capcom, mas nenhuma ação com os fãs – só um possível lançamento dos seis primeiros games do personagem para 3DS.

Mas nada tema, fãs do robozinho azul. A Capcom não desistiu do Mega Man. Ainda.

Em entrevista à revista Nintendo Power, o Vice-Presidente da Capcom Americana, Christian Svensson, comentou a ausência do Mega Man, prometendo que teremos novidades em breve: “Eu posso dizer com certeza que vocês ainda não viram o Mega Man pela última vez nos consoles e portáteis e, com sorte, estaremos celebrando o 50º aniversário dele, incluindo todos os jogos que vocês ainda vão curtir pelos próximos 25 anos. Dito isso, nós tivemos um problema no passado que foi falar sobre games e anunciá-los antes de termos a certeza que ele irão efetivamente sair, o que infelizmente levou à uma decepção profunda para muitos fãs. Então, por enquanto, eu terei de continuar calado sobre detalhes [do futuro do Mega Man]”.

Então não fique tristinho, Mega Man. Seu auge pode já ter passado, mas nós ainda gostamos de você e provavelmente jogaremos com você em breve.

via Siliconera

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...