Crítica Jogos Vorazes - Em Chamas

Em Chamas é o ponto que define o sucesso de uma saga, honrando o filme anterior e trazendo ainda mais atenção os últimos.

Roberta Rampini

  sábado, 16 de novembro de 2013

A saga Jogos Vorazes tinha tudo para ser fruto de uma época. Fosse pelo elenco que além de abalarem o coração de meninos e meninas por todo o planeta contam com uma protagonista ganhadora do Oscar, ou fosse pela história, que vinda da febre de young adults distópicos esconde uma também oportuna – e atual –  luta contra o sistema governante.

O triunfo dessa saga não é só resultado de uma época, mas sim, parte dela. Não é mais um “sucessor de Harry Potter”. Não é um filme que é menos importante que seus atores ou um filme menos importante que seu livro. O sucesso é uma realidade própria e intima entre todas essas combinações de sucesso.

Sem Título-1

Jogos Vorazes – Em Chamas é o meio do caminho e o ponto em que temos certeza de uma jornada de sucesso.

Katniss Everdeen e Jennifer Lawrence são – sem exageros de linguagem – as principais estrelas do filme. Katniss continua sendo uma protagonista marcante e envolvente em sua simplicidade e profundidade. Jennifer, a nova querinha de Hollywood, faz jus a personagem e a fama que precede as duas, sendo capaz de nos convencer até quando Katniss tenta atuar.

 noiva01 noiva02 noiva 03

Porém, o grande ponto de Em Chamas é a maneira como os personagens de apoio ganham espaço. Por vezes partes da história que não pertenciam a Katniss são transformadas em responsabilidade da protagonista, talvez para que ela se firme como a heroína, que como sugere a trama do segundo livro, ainda não está formada. Mas mesmo assim, mesmo esses pequenos detalhes permitem que os coadjuvantes brilhem.

BIGPOSTERCF

Os novos personagens são queridinhos daqueles que leram os livros e seus atores não deixam por menos. A vida que os mais presentes recebe faz jus ao imaginário dos antigos fãs. A transição para as telonas acontece de maneira muito agradável, sentimos vendo o que os personagens nos passaram lendo.

Podemos citar já conhecidos Peeta (Josh Hutcherson), Haymitch (Woody Harrelson), Effie (Elizabeth Banks) e Cinna (Lenny Kravitz), que mais uma vez sustentam seus papéis com maestria. Mas a comoção está entre os novatos. As crises de raiva de Johanna (Jena Malone ) são comicas e energéticas. Finnick (Sam Clafin) é sedutor e forte como deveria, arrancando suspiros alinhados entre a arquibancada do Capitol e as cadeiras da sala do cinema. Até Mags (Lynn Cohen) conquista uma ligação profunda com o público.

johanna finnick  mags

Não é só a história quem nos permite conhecer melhor outras pessoas, mas a própria filmagem adotada.

Ao contrário do primeiro filme que mantinha a câmera em primeira pessoa por muito tempo e perseguia Katniss por quase cem por cento do filme – herança de uma narração em primeira pessoa nos livros – no segundo filme a trama é montada através de vários pontos. Os planos da Capital ganham cenas próprias, sem o conhecimento da protagonista, fazendo do Presidente Snow (Donald Sutherland) praticamente um segundo personagem narrador.

Esse jogo entre as duas partes antagonistas funciona muito bem para apresentar um sistema de jogo politico e forças rivais.

tumblr_mwbgnzOjZe1r1wyxno3_500

Com o universo já apresentado não há necessidade de explicar os por menores do jogo e assim a atenção do roteiro está para o que realmente importa, a trama política que estoura nesse ponto. Os roteiristas se lembram bem de quem é o verdadeiro inimigo, mas não deixam de nos fazer acreditar que o ponto alto do filme é a arena.

Em questões mais técnicas os efeitos evoluíram muito do primeiro para o segundo filme, nada surpreendente uma vez que Em Chamas custou duas vezes mais que Jogos Vorazes. E se em Jogos Vorazes saíamos do cinema pensando se aquilo era outro mundo ou o nosso, o clima técnológico que ganhou Em Chamas deixa claro a pegada futurística.

efeitos 01 efeitos 02 efeitos 03

Como já dito, Em Chamas é o meio do caminho e o ponto em que temos certeza de uma jornada de sucesso. Mantém as portas abertas para os próximos dois filmes e com certeza arrecadará mais fãs até o final de sua jornada.

large


Comentários