Crítica Homem de Ferro 3

Tony Stark sendo Robert Downey Jr, ótimas sequências de ação e uma ótima exploração do personagem

Eder Augusto de Barros
edaummm

  quinta-feira, 25 de abril de 2013

É chegada a hora de falar sobre um daqueles filmes mais aguardados do ano junto com O Homem de Aço e Além da Escuridão – Star Trek. Para quem apenas espera, esse tempo é doce e suave. Mas para que espera para pode avaliar, poder argumentar, essa espera não é tão tranquila. É angustiante. Uma sensação de pânico. E se for uma merda? E se o que aconteceu em Os Vingadores foi um tiro de sorte? Até porque Thor e Capitão América não foram tão bons assim. É o que nós pensamos.

Mas a boa notícia é que não é uma merda. Não mesmo.

iron_man_three_ver9_xlg

Em Homem de Ferro 3 somos apresentados à um Robert Downey Jr., ou Tony Stark se você preferir, que está atormentado pelo que aconteceu em Os Vingadores. Ele percebeu que existem coisas maiores que ele, deuses, alienígenas, super-humanos e o Hulk. Enquanto ele é só o mecânico. Ele conserta coisas. Aliado à isso vemos um novo terrorista que atende pelo nome de Mandarim, criando o caos nos Estados Unidos, querendo atingir o presidente, que conta com a ajuda do Patriota de Ferro para protegê-lo.

Os acontecimentos que Tony presenciou com Os Vingadores afetaram-no diretamente em sua vida, sua rotina e até sua saúde. Ele tem dificuldades para dormir e passa o dia na oficina criando e/ou aperfeiçoando armaduras. O playboy está alheio ao mundo, que curiosamente está sendo aterrorizado por Mandarim que num de seus atentados atinge indiretamente Tony, que então ameaça-o de vingança e é onde toda a trama começa a desenrolar-se.

O roteiro de Homem de Ferro 3 é um campo minado e eu não quero estragar suas surpresas. Quem leu o arco EXTREMIS nos quadrinhos tem alguma ideia do que pode vir à acontecer. Mas depois de nos mostrar de maneira bem focada e tensa a queda do Homem de Ferro no primeiro ato, o segundo ato tem uma sequência de viradas na trama que se você estiver desatento corre o risco de deixar passar algo. Confesso até que essa parte é bem difícil de lidar ao analisar, é daquelas coisas que provavelmente aquele seu amigo nerd que coleciona coisas do Homem de Ferro vai encontrar erros, mas você, espectador normal, vai deixar passar. São boas viradas, coerentes, mas uma ou outra pequena coisa escapa ou não se encaixa completamente, nada que afete o resultado final.

iron-man3

A personalidade de Tony Stark também está alterada. E será alterada ainda mais vezes durante o filme. Você percebe que tem algo diferente quando na primeira cena ele vai testar uma armadura e manda o J.A.R.V.I.S ligar o som. E não toca AC/DC ou Black Sabbath. Toca Jazz. JAZZ. O filme se apoia bastante em entender o Tony e seus demônios, decifrá-los, solucioná-los.

Também temos uma boa exploração política no filme. Uma boa crítica inclusive, onde os roteiristas inserem motivações como desigualdades e descaso com o meio ambiente como motivo para as ações do Mandarim. Qual a problemática de se ter e depender de um ser-humano vestido com uma armadura pintada com as cores nacionais. E em algum momento do filme vemos uma senhora aleatória dizendo que aquilo era chamado de Máquina de Guerra e agora só tem cores bonitas.

O clima tenso dos trailers tem seus momentos no filme, mas o destaques vão mesmo para as cenas de ação que sempre tem o toque de diversão que caracterizou a interpretação de Tony Stark para Robert Downey Jr., já que ele não é assim TÃO engraçado nos quadrinhos. Temos várias cenas de humor leve, algumas até bem engraçadas com destaque para duas: a sequência que vemos nos trailer com o Homem de Ferro salvando as pessoas que caem do avião, é uma sequência sensacional, das melhores que eu já vi em filmes de super-heróis, comparável com aquela cena em Os Vingadores onde todos eles combatem juntos, e culmina no clássico soco do Hulk no Thor. A segunda é a cena pós-créditos, que já vazou inclusive pelas interwebs, e é engraçadíssima, e só fará todo o sentido realmente no fim.

iron-man-3-gwyneth-paltrow-guy-pearce1

Outra situação que merece destaque é a atuação de Tony sem o Homem de Ferro. O filme onde Stark mais trabalha fora da armadura.  Aliás, falemos de armaduras, a sequência que vemos nos trailers onde todas estão presentes é bem interessantes para mostrar que Tony Stark realmente não dormiu muito, afinal fez muitas armaduras, e também serve para mostrar o verdadeiro valor do mecânico e complementar aquele diálogo de Os Vingadores:

Tony Stark: Sem ofensas, mas eu não trabalho bem em equipe…
Steve Rogers: Um cara grande numa armadura de ferro, tira isso e fica o que?
Tony Stark: Gênio, bilionário, playboy e filantropo?!

the_mandarin_in_iron_man_3-wide

Tony Stark está muito bem no papel de Robert Downey Jr., aquele performance dançando Gangnam Style para divulgar o filme foi muito interessante, o visual na Alemanha também. Ben Kingsley sensacional como o Mandarim, tão sensacional quanto o seu personagem. Nossa querida Pepper Potts vivida pela vencedora do Oscar Gwyneth Paltrow está lindamente bela, tem presença fundamental mas pouco tempo de tela. Don Cheadle é um ótimo ator e eu já o elogiei em O Voo, o legal é que o Col. Rhodes também participa bastante do filme, principalmente em seu terceiro ato. Achei o personagem do Guy Pearce com um bom potencial de background, boas motivações, no entanto não tão bem explorado assim, ou talvez não tão bem interpretado, gostaria de explorar mais a situação do personagem, porém seria necessário revelar spoilers e você não quer isso e eu também não. O mesmo serve para a Maya de Rebecca Hall, pouco tempo de tela, e quando era preciso fazer algo não foi nada de especial.
Iron Patriot Homem de Ferro 3Mas passando a régua e fechando a conta que eu sei que você já tá com vontade de ver o filme, Homem de Ferro 3 é o melhor filme do Tonynho até o momento. Shane Black fez um excelente trabalho de direção, as cenas de ação estão ótimas. O roteiro que o próprio Shane Black assina junto com Drew Pearce também é bem interessante, utiliza bem a essencia do arco nos quadrinhos que é a busca de Tony por se entender por dentro, enfrentar os seus demônios.

O 3D, fuja dele, não pague mais caro por isso, não é necessário.

O elenco de Homem de Ferro 3 conta com Robert Downey Jr. (Os Vingadores),Gwyneth Paltrow (Sheakespeare Apaixonado), Ben Kingsley (A Invenção de Hugo Cabret), James Badge Dale (A Perseguição), Rebecca Hall (O Grande Truque), Guy Pearce (Memento) e Don Cheadle (House of Lies). O filme estreia nesta sexta-feira 26 de abril nos cinemas nacionais.


Comentários