Crítica Os Vingadores

Estréia na próxima sexta-feira a obra prima da Marvel Studios

Leandro de Barros

  quarta-feira, 25 de abril de 2012

Estréia nessa sexta-feira, dia 27 de abril, o filme de super-heróis mais esperado de todos os tempos. Reunidos em um só filme estão o Capitão América, Homem de Ferro, Thor, Viúva Negra, Hulk, Gavião Arqueiro e os agentes da SHIELD, Nick Fury, Maria Hill e Phil Coulson. Todos unidos para enfrentar Loki, o asgardiano.

O filme é tudo isso que a gente esperava? O hype é justificável? O ingresso é bem pago? Vamos descobrir.

the-avengers-the-nick-fury-in-action2

Resumirei Os Vingadores em um minúsculo parágrafo antes de me aprofundar no filme. Os Vingadores é o melhor filme de super-heróis já feito. Ponto final.

Se você pirou no hype do filme, se você acompanhou a massiva campanha de divulgação do longa e se você aguardava com ansiedade a estréia de Os Vingadores, pode ficar sossegado. O filme é tudo aquilo que você imagina mesmo. Os Vingadores é a obra-prima da Marvel Studios até o momento, o ápice do seu universo cinematográfico.

Uma das minhas preocupações em relação ao filme era seu elenco enorme. São 6 super-heróis, mais três agentes da SHIELD, um vilão, um exército inimigo e ainda um ou dois coadjuvantes. É muita gente pra um filme de duas horas e meia e eu achava que talvez alguém fosse negligenciado. Isso não acontece. Cada um dos heróis possui uma função definida na engrenagem que move a trama do filme, todos ganhando o destaque que merecem.

The_Avengers_Black_Widow_keyart3_HD

Nick Fury é o líder ambíguo da SHIELD, é o homem que vai dizer o que você precisa ouvir e ocultar o que você não precisa, para garantir que a missão seja cumprida. O Gavião Arqueiro demonstra mais por ações do que por palavras a sua personalidade de atirador de elite: recluso, analítico, perfeccionista, organizado e competente. A Viúva Negra ganha muito destaque como um dos membros mais experientes da equipe. Importante citar que os dois, mesmo sendo os “elos fracos” da equipe, demonstram ter uma função tática sem igual dentro dos Vingadores e que subestimá-los seria um erro sem igual.

Uma coisa que me surpreendeu bastante foi a caracterização dos quatro “personagens principais”. Coloco entre aspas porque, com disse, todos os heróis tem importância igual para o filme, sem ter exatamente um protagonista.

O Capitão América é o líder da equipe, ainda se habituando ao novo mundo em que vive e estranhando o abismo entre a sociedade dos anos 40 e a sociedade atual. O roteiro do filme aproveitou esse confronto de maneira muito bem feita, colocando o esteriótipo do grande herói dos anos 40 (o soldado impecável, cumpridor do dever e do país) contra o grande herói da sociedade atual (o gênio, playboy, bilionário, filantropo, subversivo e dono de um prédio enorme com seu nome no topo). Falando nele, o Homem de Ferro é o homem da platéia. Tony Stark é um deleite para os espectadores, seja fazendo miséria com suas ótimas falas (destaque para o primeiro encontro entre ele e o Thor), seja no momento do combate.

O Deus do Trovão também não faz feio no filme. Thor protagoniza alguns dos melhores combates já vistos em um filme de super-heróis. Seja enfrentando o exército alienígena de Loki, seja enfrentando o próprio irmão ou um certo Gigante Esmeralda, o asgardiano vai agradar todos aqueles que vão ao cinema desejosos por ação.

hulk_in_the_avengers-wide

Deixei o Hulk por último por um único motivo: ele rouba o filme. Se tem um herói que se sobressai em Os Vingadores, eu teria de escolher o Hulk. Os momentos em que ele ainda é Dr. Banner são únicos, seja na ótima interação entre ele e Tony Stark, ou na tensão quando ele começa a ficar nervoso ou mesmo quando ele liberta toda a sua raiva. Em Os Vingadores, o Hulk Esmaga! Esmaga muito, esmaga tanto que não dá pra sair do cinema sem desejar um novo filme do herói.

Mas de nada adiantaria tantos heróis reunidos se o inimigo não fosse bom. O Loki de Os Vingadores é ganancioso, mesquinho, narcisista, vilanesco. Um vilão que não é totalmente negro, ou que pelo menos nos engana fingindo que ainda há salvação para ele, para depois sorrir de maneira maníaca e nos apunhalar pelas costas. Uma, duas, três vezes… Loki é realmente o deus da trapaça no filme.

O principal super-herói de Os Vingadores, porém, é Joss Whedon, diretor e roteirista do longa. Sem Whedon, nada disso seria possível. É Whedon quem conduz o filme, seja através da sua câmera com ângulos típicos de HQs (é impossível ver o filme e não imaginar alguns daqueles ângulos num quadrinho), seja através do seu absurdamente bom roteiro, com diálogos engraçados e bem construídos. Porque tem esse detalhe: o filme é MUITO engraçado. Não descamba pra comédia, mas é muito engraçado. Você vai gargalhar no cinema, para logo depois voltar a ficar tenso em meio a uma batalha gigantesca. A tensão sobe, sobe e sobe e é descarregada em uma ótima sacada do roteiro, para depois voltar a subir, fazendo com que Os Vingadores se leve a sério, mas não seja sombrio ou taciturno.

A ação de Os Vingadores também é algo que não pode ficar sem ser comentada. Eu ainda tenho dificuldades pra achar um filme de ação melhor nos últimos anos. Pra mim, Os Vingadores não é apenas o melhor filme de super-heróis de todos os tempos, mas também o melhor filme de ação dos últimos anos. Fácil.

As batalhas entre os heróis são geniais e vão satisfazer a imaginação do fã mais exigente da Marvel. A batalha contra o exército de Loki é aberta e espaçosa e o espectador não se perde, tendo plena consciência do que acontece na tela o tempo todo.

avengers-new1

Com um elenco com nomes como Robert Downey Jr., Samuel L. Jackson, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Mark Ruffalo, Chris Hemsworth, Cobie Smulders, Clark Gregg, Tom Hiddleston e Chris Evans não poderia fazer feio nas telonas. Os atores seguram a bronca de fazer um filme que vai ser dissecado nos seus mínimos detalhes por fãs raivosos e perfeccionistas. Para não dizerem que eu só elogiei o filme, talvez Chris Evans fique ligeiramente atrás dos seus companheiros, por pegar um papel que não possui uma fácil conexão com o público.

Para concluir: Os Vingadores é um filme obrigatório pra todos os fãs de quadrinhos. É um filme obrigatório para todo mundo que quer apenas se divertir nos cinemas. Pode ver em 2D ou em 3D, já que o 3D não é exatamente o destaque do filme, é apenas um complemento.

PS: Tem cena pós-créditos. Se você lê os quadrinhos da Marvel, vai gostar.


Comentários