Jerad S. Marantz e a Arte Conceitual de Grimm

Grimm. Aquela série de tv que tenta ser uma mistura de Once Upon a Time, Supernatural e Law and Order e por algum motivo que eu ainda não entendi consegue. Apesar de eu não ter curtido muito os efeitos especiais em ação o estilo que foi empregado nos personagens meio humano meio animais (algo que sempre acontece na série) é bonito e diferente do que costumamos ver.

O feito fica por conta de Jerad S. Marantz artista que já trabalhou com artes conceito para Branca de Neve e o Caçador, O Espetacular Homem-Aranha, Lanterna Verde, X-Men Primeira Classe, Sucker Punch, American Horror Story e Falling Skies.

Ps.: Agora você já sabem de quem é a culpa pela cara do Lagarto ;)

 

 

 

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...