Warner e J.K. Rowling farão uma trilogia de Animais Fantásticos e Onde Habitam

Leandro de Barros

  segunda-feira, 31 de março de 2014

Warner e J.K. Rowling farão uma trilogia de Animais Fantásticos e Onde Habitam

Spin-off de Harry Potter vai gerar três filmes produzidos pela Warner Bros.

Kevin Tsujihara, CEO da Warner Bros., deu uma entrevista reveladora ao New York Times nesse fim de semana. No artigo, o executivo comentou sobre o futuro do estúdio e seus próximos lançamentos, incluindo aí aquele spin-off de Harry Potter que será baseado no livro Animais Fantásticos e Onde Habitam.

De acordo com Tsujihara, o spin-off não será apenas um spin-off: serão três, já que a entrevista revelou que o projeto é composto de uma trilogia de Animais Fantásticos.

Os filmes serão protagonizados por Newt Scamander, o “autor” de Animais Fantásticos e Onde Habitam, e o primeiro filme começará em Nova York, muito antes do início da jornada de Harry Potter – aliás, isso não significa que essa trilogia será um prelúdio da história d’O Menino Que Sobreviveu, já que as duas tramas não terão nenhuma ligação além de compartilhar o mesmo universo.

Por fim, a entrevista ainda trouxe uma citação de J.K. Rowling comentando a importância de Kevin Tsujihara nesse projeto:

Quando eu digo que ele fez com que Animais Fantásticos acontecesse, não é algo apenas para sair bem na foto, mas é a verdade. Nós tivemos um jantar, depois uma conversa pelo telefone e então eu bolei um rascunho do roteiro, que achei que seria um souvenir interessante pros meus filhos e passei a reescrever [o roteiro]. Quando Kevin conseguiu essa posição [de CEO], ele trouxe com ele uma nova energia, que me contagiou. Ele é uma pessoa muito envolvente, atenciosa e divertida.

Animais Fantásticos terá produção de David Heyman (Gravidade; Harry Potter), mas ainda não tem uma data de lançamento marcada.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários