Sony desiste de lançar The Interview após ameaças terroristas

Leandro de Barros

  quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Sony desiste de lançar The Interview após ameaças terroristas

Estúdio desiste de lançar filme após 5 cinemas retirarem o longa do cartaz

Você deve ter notado uma série de notícias publicadas por aqui sobre futuros projetos da Sony Pictures. A fonte de todas essas notícias é a mesma: o vazamento de milhares de emails e informações dos servidores do estúdio há algumas semanas.

Esse vazamento é de responsabilidade de um grupo de hackers (cujo nome não vamos citar por motivos ideológicos) em protesto contra a produção e divulgação de The Interview, filme de Seth Rogen e James Franco, onde a dupla interpreta jornalistas que são recrutados pela CIA para matar Kun Jong Un, ditador da Coreia do Norte.

Com a data de estreia do longa se aproximando, o GoP fez uma nova ameaça, alertando aos americanos que se lembrem do 11 de Setembro e prometendo ataques em cinemas que exibam o filme durante o Natal desse ano.

Essa ameaça levou cinco cadeias de cinemas internacionais (Cineplex, Cinemark, Regal, MC e Carmike) a anunciarem na última quarta-feira (17/12) que não vão exibir o longa em nenhum momento.

Pouco depois, foi vez da própria Sony divulgar um comunicado dizendo que não pretende lançar o filme em nenhum formato – nem mesmo em serviços de streaming on demand ou em home video.

Segundo o NBC News, o governo norte-americano acredita que essas ameaças e ataques contra a Sony são de responsabilidade da Coréia do Norte – pelo menos por ordem do país.

Seja como for, hoje é um daqueles dias onde os terroristas vencem.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários