Shia LaBouef anuncia sua “aposentadoria da vida pública”

Leandro de Barros

  sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Shia LaBouef anuncia sua “aposentadoria da vida pública”

Após polêmicas envolvendo plágios, ator anuncia sua aposentadoria

Shia LaBeouf

Recentemente, o ator Shia LaBouef (Transformers) fez a sua estreia como diretor no curta HowardCantour.com. A “nova fase” da carreira de LaBouef, porém, acabou gerando imensas críticas para o cara.

Não porque ele seja um mal diretor, mas porque ele acabou plagiando a HQ Justin M. Damiano, de Daniel Clowes. Quando o plágio foi descoberto, LaBouef foi criticado, Clowes ameaçou processá-lo, o curta foi retirado do ar e o ator pediu desculpas.

Porém, as críticas continuaram, LaBouef deu entrevistas se mostrando contrário à noção de direitos de autoria que temos hoje e uma espécie de “birra” começou. Logo, o ator estava contratando um piloto para escrever um pedido de desculpas irônico para Daniel Clowes no céu de Los Angeles e as coisas começam a desgringolar.

Recentemente, LaBouef divulgou fotos do storyboard do seu novo curta, que se chamaria Daniel Boring. O ator e diretor descreveu a obra como “uma mistura de Fassbinder com um Nabokov mal-passado na Ilha dos Bituras”. A “graça” da situação é que Daniel Boring é mais uma HQ de Daniel Clowes e é descrita exatamente assim pelo autor – portanto, LaBouef estava “anunciando” mais um plágio.

Imediatamente o advogado do quadrinista reagiu (em todo o seu direito, claro) e LaBouef ironizou a situação no Twitter novamente. Mais uma tempestade de críticas choveu no jardim de Shia LaBouef e, hoje, o ator anunciou que vai se aposentar da vida pública.

https://twitter.com/thecampaignbook/status/421577992734015488

Em virtude dos recentes ataques contra minha integridade artística, eu estou me aposentando de toda vida pública. Meu amor segue com aqueles que me apoiaram. #ParemDeCriar

E aí está. Todo esse último mês acabou mostrando dias estranhos para Shia LaBeouf. Estaria ele tentando realizar algum tipo de arte performática (como Joaquin Phoenix fez há alguns anos) e falhado com a missão de transmitir suas ideias ao público? Seria tudo um espetáculo para fazer algum tipo de declaração sobre a situação dos direitos autorais na indústria atual? Ou ele realmente acredita que poderia pegar uma obra de alguém, filmá-la e dizer que era de sua autoria?

Seja como for, você ainda pode se “despedir” de Shia LaBeouf nas telas em Ninfomaníaca – Parte 1, de Lars Von Trier, atualmente em cartaz no Brasil.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários