Sequência de X-Men: Primeira Classe vai se basear em Dias de Um Futuro Esquecido?

  Leandro de Barros  |    quarta-feira, 01 de agosto de 2012

Saga do final dos anos 80 pode servir de base para novo filme dos mutantes

#ATUALIZADO [01/08]: Bryan Singer, produtor da sequência de X-Men: Primeira Classe, confirmou em entrevista ao IGN que o filme se chamará X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido e vai realmente se basear na saga dos anos 80.

Terá alguns aspectos dos quadrinhos, mas também trará algumas coisas novas“, disse o produtor.

Agora é esperar por novidades do elenco e datas das filmagens.


Na semana passada, a 20th Century Fox divulgou a data de lançamento da sequência de X-Men: Primeira Classe. Além de dizer que o filme estréia em julho de 2014, a Fox deu duas informações interessantes sobre o filme.

Ou melhor, não deu duas informações interessantes sobre o filme. A Fox não liberou nem o nome e nem a sinopse do longa, o que dá espaço para especulações. Uma delas é baseada num recente registro que o estúdio fez no MPAA: Days of Future Past.

Fãs de X-Men já entenderam a ligação. Para quem não entendeu, aqui vai a explicação: Days of Future Past, ou Dias de Um Futuro Esquecido no Brasil, é uma das sagas favoritas dos fãs dos X-Men nos quadrinhos. A começa num futuro complicado para os mutantes.

Os Sentinelas, projeto de robôs anti-mutantes, dominaram os EUA, matando e caçando não só mutantes, mas como qualquer humano que tenha o potencial de desenvolver o gene X em seus filhos. A situação está complicada e aquela atmosfera da Guerra Fria, que foi mostrada em X-Men: Primeira Classe, é recriada nessa saga, já que o resto do mundo prometeu encher os EUA de bombas nucleares se algum Sentinela sair de lá.

Os X-Men morreram quase todos. Apenas Kitty Pride, Wolverine, Colossus, Rachel Summers (filha de Jean Grey e Ciclope), Magneto e Franklin Richards (filho de Sue Storm e Reed Richards, do Quarteto Fantástico) estão vivos, mas constantemente em ameaça. Rachel Summers envia a mente de Kitty Pride para o passado, onde ela passa a controlar o corpo da Kitty Pride dos anos 80.

Nesse momento, a saga se divide em duas histórias: no passado, Kitty Pride e os X-Men precisam evitar a morte do Senador Robert Kelly, para que o Programa Sentinela não seja reativado. No futuro, os mutantes vivos precisam sobreviver à fuga do campo de concentração onde estão.

Eu, pessoalmente, vejo o filme funcionando. Na parte do futuro, a Fox pode tentar aproveitar atores dos outros filmes dos mutantes, como Hugh Jackman (Wolverine), Patrick Stewart (Professor Xavier) e James Marsden (Ciclope). No passado, usam os atores de Primeira Classe. Como o plano todo envolve voltar no tempo para corrigir algo, então dá pra limpar toda a cronologia mutante nos cinemas e continuar sem medo de incongruências.

Veja, se todos os filmes se passam na mesma linha temporal, então Patrick Stewart é o futuro de James McAvoy e Ian McKellen é o futuro de Michael Fassbender. Se X-Men: Primeira Classe 2 for mesmo Dias de Um Futuro Passado, então eles podem salvar a vida do senador Robert Kelly (na verdade, outro senador, já que o senador Kelly já apareceu em outros filmes da série) no passado, apagando X-Men, X-Men 2 e X-Men 3: Confronto Final da cronologia oficial, limpando as incongruências e deixando o caminho livre pra qualquer outra história.

Vamos aguardar.

via AICN


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários