Sala9: Filmes para você ver – Natalie Portman

  Leandro de Barros  |    domingo, 12 de junho de 2011

Filmes da Natalie Portman, ganhadora do Oscar, que você precisa ver.

Vamos a mais um “Filmes para Você Ver”. Depois de Jhonny Depp e um especial sobre o #fimdomundo, chegou a vez dela, vencedora do Oscar de Melhor Atriz desse ano: Natalie Portman! *aplausos*

Natalie Hershlag, nascida em Jerusalém, no dia 9 de junho de 1981, é uma das melhores e mais queridas atrizes da sua geração. Alheia à escândalos e confusões típicos das superestrelas da nossa época, Portman tem uma das imagens mais confiáveis de Hollywood. Fora o imenso talento para atuar, que já lhe rendeu um Oscar e dois Globos de Ouro, além de um SAG Awards e um BAFTA Awards, Natalie ainda é dotada de uma inteligência acima da média. Formada em Psicologia na Universidade de Harvard (uma das melhores e mais famosas universidades do mundo), Natalie ainda fala fluentemente Hebraico, Francês e Japonês.

Comecemos então:

  • O Profissional (1994)

Um assassino profissional chamado León conhece Mathilda, uma garota de onze anos de idade e que vive com a sua família “problemática”: O seu pai é envolvido no tráfico de drogas, sua madrasta é uma prostituta e sua irmã a trata com muita violência. Seu irmãozinho mais novo, que tem quatro anos de idade, é sua única companhia. Quando a família da garota é assassinada, Matilda é a única sobrevivente e tenta convencer León a ensinar-lhe seu “ofício” para que ela possa vingar a morte do irmão. Ele lhe ensina o básico de um matador profissional, desde a limpeza das armas, até seu primeiro tiro. León mata um dos policiais envolvidos na morte da família de Mathilda, desencadeando em uma perseguição enfurecida dos colegas desse suposto policial.

Aos 13 anos de idade, Natalie estrela seu primeiro filme: O Profissional (Leon, no original). Não bastasse começar tão cedo, ainda começa contracenando com Jean Reno e Gary Oldman. E não faz feio! Um ótimo começo de carreira para Portman, num ótimo thriller de ação.

  • Entre Irmãos (2009)

Sam Cahill (Tobey Maguire) é casado com Grace (Natalie Portman), pai de duas meninas, e está cumprindo carreira militar. O irmão mais novo, Tommy (Jake Gyllenhaal), se comporta como um eterno adolescente, é incapaz de estabelecer um relacionamento de longo prazo. Sam junta-se às forças de paz da ONU no Afeganistão, cai prisioneiro e é dado como morto. Com o desaparecimento do irmão, Tommy passa a ajudar Grace e suas filhas, tentando fazer suas vidas voltarem ao curso normal.

Outro drama com grande elenco. Natalie está ótima nesse filme, como o habitual. Eu só achei a idéia base do filme meio parecido com Pearl Harbor, mas a realização é bem diferente. É muito mais sério e denso.

  • A Outra (2008)

Baseado em uma história real, o filme mostra duas irmãs, Ana (Natalie Portman) e Maria (Scarlett Johansson) Bolena que, conduzidas pela ambição da família e na busca pelo poder e status, se envolvem em um jogo, onde o amor e a atenção do Rei da Inglaterra são o objetivo. Jogadas na perigosa vida da corte, o que era para ser uma tentativa de ajuda à família, transforma-se em cruel rivalidade entre irmãs.

Drama de época baseado no livro A Irmã de Ana Bolena, escrito por Philippa Gregory. Natalie Portman e Scarlett Johansson juntas, um colírio pra macacada! Mas não é por isso que o filme está na lista. Ajuda, claro, mas é por ser um bom filme, com destaque para a interpretação de Natalie.

  • Closer (2004)

Anna (Julia Roberts) é uma fotógrafa bem sucedida que conhece e seduz Dan Woolf (Jude Law), um jornalista sem sucesso tentando lançar um livro, os dois acabam tendo um rápido envolvimento. A seguir, Anna conhece Larry Gray (Clive Owen) de uma forma um tanto inusitada, e, mais tarde, se casa com ele. Dan mantém um caso com Anna mesmo depois de seu casamento e usa a misteriosa Alice (Natalie Portman), uma stripper, como sua musa inspiradora, sem saber que Alice carrega diversos segredos ainda não revelados.

Aposto que você entrou aqui e estava esperando por esse, né? Claro que estava, não minta pra mim. Closer – Perto Demais foi o filme que firmou Portman como uma atriz do primeiro escalão de Hollywood e rendeu-lhe uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante.

http://www.youtube.com/watch?v=QlyqGmPXgBI

  • V de Vingança (2006)

Na paisagem futurista de uma Inglaterra totalitária, V de Vingança conta a história de uma pacata jovem chamada Evey (Natalie Portman), que é resgatada de uma situação de vida e morte por um homem mascarado, conhecido apenas como “V”. Incomparavelmente carismático e extremamente habilidoso na arte do combate e destruição, V inicia uma revolução quando convoca seus compatriotas a erguerem-se contra a tirania e opressão. Enquanto Evey descobre a verdade sobre o misterioso passado de V, ela também descobre a verdade sobre si mesma – e emerge como uma improvável aliada na culminação do plano de V, para trazer liberdade e justiça de volta à sociedade repleta de crueldade e corrupção.

Esse não poderia faltar. V de Vingança é um ótimo filme, ainda que não seja 100% fiel à mensagem que a história original de Alan Moore transmite. É de ressaltar o trabalho notável que Portman e Hugo Weaving fazem nesse filme. Graças à ele, Natalie foi convidada à fazer uma palestra na Universidade de Columbia sobre o terrorismo e anti-terrorismo, em plena guerra no Iraque.

http://www.youtube.com/watch?v=xNYeEF3FI4I

  • Cisne Negro (2010)

Nina Sayers (Natalie Portman) é bailarina de uma companhia novaiorquina de balé. Sua vida, como a de todos nessa profissão, é inteiramente consumida pela dança. Ela mora com a mãe, Erica (Barbara Hershey), bailarina aposentada que incentiva a ambição profissional da filha. O diretor artístico da companhia, Thomas Leroy (Vincent Cassel), decide substituir a bailarina principal, Beth MacIntyre (Winona Ryder), na apresentação de abertura da temporada, O Lago dos Cisnes, e Nina é sua primeira escolha. Mas surge uma concorrente: a nova bailarina, Lily (Mila Kunis), que deixa Thomas impressionado.

Surpresa! Ninguém esperava por esse, hein? O que falar do trabalho de Natalie em Cisne Negro? Ela ganhou tudo que havia pra ganhar pela sua atuação. Claro, o filme rendeu algumas polêmicas, como a bailarina que disse ser ela nas cenas de dança, mas o mérito do trabalho de Portman é inegável.

  • Thor (2011)

Thor (Chris Hemsworth) estava prestes a receber o comando de Asgard das mãos de seu pai Odin (Anthony Hopkins) quando forças inimigas quebraram um acordo de paz. Disposto a se vingar do ocorrido, o jovem guerreiro desobedece as ordens do rei e quase dá início a uma nova guerra entre os reinos. Enfurecido com a atitude do filho e herdeiro, Odin retira seus poderes e o expulsa para a Terra. Lá, Thor acaba conhecendo a cientista Jane Foster (Natalie Portman) e precisa recuperar seu martelo, enquanto seu irmão Loki (Tom Hiddleston) elabora um plano para assumir o poder.

Aah, ok, ok. “Natalie tem um papel pequeno nesse!”; “Nossa, um filme de super-herói!”; “Podia ter colocado outro no lugar”. Vão trabalhar como testadores numa fábrica de vibradores. Coloquei Thor porque: é meu herói favorito; eu curti o filme; a Natalie está adorável; e não preciso ficar me explicando. :,(

Bom, acabamos a lista da moçoila. Menções honrosas para “Em Qualquer Outro Lugar“, que ela faz com Susan Sarandon, grande filme. E, não, obviamente eu não iria colocar nenhum dos filmes de Star Wars que ela fez. Não por ela, mas pela péssima trilogia. Francamente George Lucas, o que você tinha na cabeça?


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários