Roteirista fala sobre X-Men: Apocalypse

xmen apocalypse

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido estreou recentemente nos cinemas mundiais e, epa, que filme legal. Você pode ler a nossa opinião sobre o longa (sem spoilers!) clicando aqui.

Porém, apesar de Dias de um Futuro Esquecido mal ter chegado aos cinemas, já está na hora de começar a pensar em X-Men: Apocalypse, que chega em 2016.

O roteirista Simon Kinberg, responsável por escrever os dois filmes, comentou algumas novidades sobre Apocalypse e alguns detalhes sobre Dias de um Futuro Esquecido com a imprensa gringa e você pode conferir o que ele disse abaixo (com spoilers para quem não viu o último filme dos mutantes!).

X-Men: Apocalypse como um filme de desastres

[quote]O que nós passamos mais tempo falando sobre não é apenas a execução visual do Apocalypse, o que já representa um desafio por si só – criar um personagem que é o mais poderoso do que qualquer vilão mutante que nós já vimos nos filmes dos X-Men até o momento. Mais poderoso até que o Magneto. Esse tipo de abordagem que comentamos é como os filmes de desastre, com eventos de níveis de extinção. Meio que a filmografia do Roland Emmerich, que é algo nunca visto num filme dos X-Men ou em qualquer filme de super-heróis.[/quote]

Apocalypse como um líder dos mutantes

[quote]O que os quadrinhos fazem de melhor e acho que os filmes do Bryan fizeram também é humanizar, dramatizar os personagens. O  mais importante é como daremos a ele [Apocalypse] uma motivação muito humana e relacionável, uma motivação que, apesar do quão extremos e insanos são seus métodos, ainda assim exista algo compreensível e quase empático sobre sua motivação. Um pouco disso está nos quadrinhos, um pouco nós construímos para dimensionalizar o personagem, mas a maior parte da tarefa de adaptar a história do Apocalypse é fazê-lo compatível com uma escala emocional humana, ainda que ele seja essa criatura maior do que a própria vida. Nós definitivamente estamos lidando com ele como um líder super-carismático que arrastará as pessoas para a sua causa. Até agora, nos filmes dos X-Men, existem dois líderes: existe o Eric/Magneto e tudo que ele já vez com Irmandade dos Mutantes, e existe o Charles/Professor Xavier e o que ele já fez com os X-Men. Apocalypse apresentará um novo líder, o mais sombrio líder da franquia.[/quote]

Elenco original de volta pro novo filme

[quote]Apocalypse vai se focar primariamente no elenco de Primeira Classe, mas certamente teremos alguns membros do elenco original envolvido também. A ideia é essa.[/quote]

Motivação para Dias de um Futuro Esquecido

[quote]A ideia original, a primeira coisa que alguém leu sobre [Dias de um Futuro Esquecido] foi algo que eu e Matthew Vaughan trabalhamos juntos. Na nossa ideia original, os personagens que voltaram a vida no fim do filme, já voltavam a vida. Para mim, a parte mais divertida desse filme foi literalmente a cena de mudar o futuro e Jean voltar a vida e ter aquela reunião com o Wolverine. Principalmente porque eu carrego uma culpa muito grande por causa de X-Men: A Batalha Final. A maneira como matamos Jean em X3 me assombra, porque eu realmente amo a saga da Fênix Negra[/quote]

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...