Roteirista fala sobre X-Men: Apocalypse

Leandro de Barros

  segunda-feira, 26 de maio de 2014

Roteirista fala sobre X-Men: Apocalypse

Simon Kinberg fala sobre o vilão do filme e sua motivação para Dias de um Futuro Esquecido

xmen apocalypse

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido estreou recentemente nos cinemas mundiais e, epa, que filme legal. Você pode ler a nossa opinião sobre o longa (sem spoilers!) clicando aqui.

Porém, apesar de Dias de um Futuro Esquecido mal ter chegado aos cinemas, já está na hora de começar a pensar em X-Men: Apocalypse, que chega em 2016.

O roteirista Simon Kinberg, responsável por escrever os dois filmes, comentou algumas novidades sobre Apocalypse e alguns detalhes sobre Dias de um Futuro Esquecido com a imprensa gringa e você pode conferir o que ele disse abaixo (com spoilers para quem não viu o último filme dos mutantes!).

X-Men: Apocalypse como um filme de desastres

O que nós passamos mais tempo falando sobre não é apenas a execução visual do Apocalypse, o que já representa um desafio por si só – criar um personagem que é o mais poderoso do que qualquer vilão mutante que nós já vimos nos filmes dos X-Men até o momento. Mais poderoso até que o Magneto. Esse tipo de abordagem que comentamos é como os filmes de desastre, com eventos de níveis de extinção. Meio que a filmografia do Roland Emmerich, que é algo nunca visto num filme dos X-Men ou em qualquer filme de super-heróis.

Apocalypse como um líder dos mutantes

O que os quadrinhos fazem de melhor e acho que os filmes do Bryan fizeram também é humanizar, dramatizar os personagens. O  mais importante é como daremos a ele [Apocalypse] uma motivação muito humana e relacionável, uma motivação que, apesar do quão extremos e insanos são seus métodos, ainda assim exista algo compreensível e quase empático sobre sua motivação. Um pouco disso está nos quadrinhos, um pouco nós construímos para dimensionalizar o personagem, mas a maior parte da tarefa de adaptar a história do Apocalypse é fazê-lo compatível com uma escala emocional humana, ainda que ele seja essa criatura maior do que a própria vida. Nós definitivamente estamos lidando com ele como um líder super-carismático que arrastará as pessoas para a sua causa. Até agora, nos filmes dos X-Men, existem dois líderes: existe o Eric/Magneto e tudo que ele já vez com Irmandade dos Mutantes, e existe o Charles/Professor Xavier e o que ele já fez com os X-Men. Apocalypse apresentará um novo líder, o mais sombrio líder da franquia.

Elenco original de volta pro novo filme

Apocalypse vai se focar primariamente no elenco de Primeira Classe, mas certamente teremos alguns membros do elenco original envolvido também. A ideia é essa.

Motivação para Dias de um Futuro Esquecido

A ideia original, a primeira coisa que alguém leu sobre [Dias de um Futuro Esquecido] foi algo que eu e Matthew Vaughan trabalhamos juntos. Na nossa ideia original, os personagens que voltaram a vida no fim do filme, já voltavam a vida. Para mim, a parte mais divertida desse filme foi literalmente a cena de mudar o futuro e Jean voltar a vida e ter aquela reunião com o Wolverine. Principalmente porque eu carrego uma culpa muito grande por causa de X-Men: A Batalha Final. A maneira como matamos Jean em X3 me assombra, porque eu realmente amo a saga da Fênix Negra


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários