Robert Downey Jr. fala sobre o fim de Homem de Ferro 3

Leandro de Barros

  sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Robert Downey Jr. fala sobre o fim de Homem de Ferro 3

Ator defende e explica intenção por trás de Homem de Ferro 3

Lançado no ano passado, Homem de Ferro 3 ainda dá muito pano para polêmica entre os fãs de filmes de super-heróis e de histórias em quadrinhos. Seja pelo seu Mandarim (Ben Kingsley) ou pelo seu final, o longa gerou uma série de fãs insatisfeitos com a terceira (e até o momento, única) aventura solo de Tony Stark (Robert Downey Jr.).

Em entrevista com o site oficial da Marvel, Downey Jr. defendeu a conclusão do longa e explicou um pouco a ideia por trás do seu final.  Obviamente, a declaração do ator tem spoilers, então não leia se não quiser saber.

Eu achei que o terceiro Homem de Ferro era sobre o Tony transcender a sua dependência sobre o mérito de continuar a usar o seu machucado. Foi isso que Shane [Black, diretor] e eu achamos que seria a verdadeira vitória dele, ele jogar fora o que tinha se tornado uma dependência. Porque essa era a pergunta que eu sempre fazia: “Por que ele não se livra daqueles estilhaços no coração? Aquilo é perigoso!”. [A decisão de Tony de construir um exército de robôs em Era de Ultron] me lembra tudo isso, particularmente quando a gente envelhece ou tem qualquer tipo de dúvida existencial. Por que a gente não lida com o que vai nos destruir a qualquer segundo? A armadura foi sempre meio que uma extensão disso. Ele tinha tantas armaduras, mas eu acho que ele percebeu que mesmo que ele fizesse todas as armaduras do mundo, que é meio  oque ele fez, ainda assim não o ajudou. O foco dele agora é em como ele pode fazer com que o problema nem exista pra começar

Robert Downey Jr. está falando sobre a decisão de Tony Stark de destruir todas as armaduras que tinha feito e, claro, sua decisão de remover os estilhaços que estavam em seu peito desde o primeiro filme do Universo Cinematográfico da Marvel.

Qual sua opinião sobre o filme? Ele não presta mesmo ou é um dos mais incompreendidos do ano passado?


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários