Quentin Tarantino abandona novo filme depois do roteiro vazar

Leandro de Barros

  quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Quentin Tarantino abandona novo filme depois do roteiro vazar

Diretor se irrita com vazamento do roteiro e deverá publicar o material como um livro

Tarantino Nervoso

Na semana passada, você viu por aqui que o cineasta Quentin Tarantino tinha terminado o primeiro rascunho do seu novo filme, com o título provisório de The Hateful Eight.

O diretor teria, então, partido atrás de alguns atores para o projeto, para só depois finalizar o roteiro do longa com as contribuições e impressões do elenco. Porém, em entrevista ao Deadline, o cineasta afirmou que não vai mais filmar The Hateful Eight – pelo menos não num futuro próximo. Por quê? Bom, aparentemente alguém vazou o roteiro do filme e Tarantino não gostou.

Eu terminei o roteiro, um primeiro rascunho, e não tinha intenção de filmar até o próximo inverno, no ano que vem. Eu entreguei esse rascunho à seis pessoas e, aparentemente, ele vazou hoje… eu entreguei a um dos produtores de Django Livre, Regige Hudlin, e ele deixou um agente ir até a casa dele e ler. Isso é traição, mas não é algo tão ofensivo porque o agente não ficou com o roteiro. Porém, tem uma malícia feia no resto da história. Eu dei o roteiro para três atores: Michael Madsen, Bruce Dern e Tim Roth. Eu sei que Tim Roth não fez isso, mas um dos outros deixou o agente ler o roteiro e esse agente passou o roteiro para todo mundo em Hollywood. Eu não sei como esses agentes de m*rda trabalham, mas eu não farei esse próximo filme

Portanto, além do produtor de Django Livre deixar um agente ler o roteiro, um dos atores também cometeu o mesmo ato. Essa não é a primeira vez que um roteiro de Quentin Tarantino vaza antes do filme sair, já que aconteceu mais ou menos o mesmo com Bastardos Inglórios, de 2009 – e, por coincidência, o roteiro de The Hateful Eight deverá ter o mesmo destino que o de Bastardos Inglórios teve: virar livro.

Eu não quero me contradizer aqui, porque eu realmente gosto do fato que todo mundo eventualmente posta [os roteiros], recebe e analisa [os roteiros] na Internet. Francamente, eu não iria querer que fosse de maneira diferente. Eu gosto do fato das pessoas curtirem as minahs m*rdas e que eles se dão ao trabalho de procurar por elas e lê-las. Mas eu dei esse roteiro pra 6 pessoas, p*rra! Vou começar a me encontrar com algumas editoras nessa semana [para lançar o roteiro como um livro]

E, aparentemente, é isso. Se teríamos um novo filme de Quentin Tarantino em 2016 (provavelmente), agora só o próprio Tarantas sabe se ou como um novo projeto sairá daquela cabeça.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários