Premonição 5 – Crítica

  Eder Augusto de Barros  |    quinta-feira, 22 de setembro de 2011

O longa da Warner Bros estreia no circuito nacional amanhã, dia 23 de Setembro, e nos além de fazer a habitual crítica, ainda trazemos para você uma Promoção para ganhar ingressos e ver o filme no cinema, na faixa!

Você é fã da série? Quer ganhar um par de entradas no cinema e Hub USB do filme? Então participe da nossa Promoção, domingo dia 25 de Setembro é sua última chance de ganhar!

Em “Premonição 5″, a Morte está mais onipresente do que nunca, e inicia seu ataque após a premonição de um homem em salvar um grupo de colegas de trabalho de um terrível colapso em uma ponte suspensa. Mas este grupo de almas inocentes não deveria sobreviver e, em uma aterrorizante corrida contra o tempo, o grupo tenta freneticamente descobrir uma maneira de escapar dos planos sinistros da Morte.

“Premonição 5″ é uma produção da New Line Cinema e será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, com estreia prevista para setembro de 2011 nos cinemas brasileiros.

Bom, eu nunca fui fã da série, então vou avaliar o longa como um não-fã, porém eu entendo que esta é uma franquia muito lucrativa, com muito seguidores, e bem aclamada apesar de passar longe do status “clássico”. Tentarei não ser tão duro, espero que entendam fanáticos! =)

Simples e objetivo, Premonição 5 é mais do mesmo, pela quinta vez, nada acontece aqui que não tenha acontecido, narrativa fraca, previsível, muitas mortes improváveis. Os fãs vão se deliciar com as fortes ligações ao primeiro Premonição (2000), principalmente a cena final. O que me desagrada completamente em filmes como este é a repetição de título para título, você começa o filme e já sabe o que vai ver, só não sabe como vai ver, é só a maneira como ocorrem as mortes que variam de longa para longa, isso é cansativo.

Não é só na narrativa que temos muitos pecados, o elenco também é algo que não nos vale perder muitas palavras, ninguém especial, ninguém bom, Nicolas D’Agosto é o protagonista sem brilho, Emma Bell (The Walking Dead) também não é nada de especial, e nem o já conhecido dos fãs Tony Todd esteve superior aos outros.

Uma novidade deste título é o uso do 3D, que nem sendo o principal diferencial, é superior, é mais do mesmo, outra vez. Mas isso não é culpa só dos idealizadores do projeto, ou da Warner, ou da New Line, é culpa geral de todos que fazem cinema em Hollywood, isso tem acontecido em todas as franquias, sempre mais do mesmo, apelos comerciais, e desejo por dinheiro, a parada agora é fazer filme rentável ao máximo, e chocante ao mínimo, a arte, o roteiro, tudo isso pouco importa, o filme pode ser uma enorme merda com o perdão da palavra, mas dando dinheiro é o que importa, portanto, não há o que reclamar, é igual a todos os 3Ds deste ano.

Até o quesito terror falta em Premonição 5, um filme que tendia a ser aterrorizante não assusta mais ninguém. Infelizmente não consigo achar qualidades para o filme, não há nada surpreendentemente bom, mas não há nada extremamente ruim também, a parada é, tudo, mais do mesmo, tudo. Ah! Lembrei uma coisa boa, aliás duas, a abertura com todas as mortes, e com um bom 3D é bem interessante. E a outra é a nossa Promoção, que dá 1 par de ingresssos e um Hub USB do filme, você já participou?

Resumindo tudo num único parágrafo: mortes até que divertidas, mas nada de novidade ou inovação. A história segue o mesmo rumo, os atores são relativamente fracos e nenhum aspecto técnico do filme chama a atenção. Como cinema, é descartável, pois já temos outros 4 filmes assim. Como diversão e entretenimento para o fim de semana, é uma opção…

O filme é razoável, se você é fã vai curtir, principalmente com as ligações para o primeiro, que dá uma impressão de encerrar a franquia. Agora, se você não é fã, que tal escolher um outro filme? Pense nisso…


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários