Por incrível que pareça, o projeto de adaptação de A Torre Negra ainda está vivo

Leandro de Barros

  terça-feira, 17 de setembro de 2013

Por incrível que pareça, o projeto de adaptação de A Torre Negra ainda está vivo

Ron Howard, idealizador do projeto, garante que A Torre Negra ainda não foi cancelado

O projeto de adaptação do universo de A Torre Negra, criado por Stephen King, para os cinemas (ou TV) tem sido uma dessas novelas que morrem e voltam várias vezes durante um longo período de tempo.

Depois de vários estúdios assumirem e largarem a brincadeira e até do Netflix flertar um pouco com A Torre Negra, o fato é que se esperava que o projeto já tivesse morrido no momento – ou, pelo menos, na geladeira por algum tempo.

A verdade é que nada disso aconteceu, a adaptação continua ativa, embora num estágio mais lento. Quem garante é Ron Howard, o diretor de Rush – No Limite da Emoção, na nova edição do podcast da Empire.

Ainda estamos trabalhando em A Torre Negra. Todos os envolvidos tomaram um voto de silêncio sobre o seu progresso, seu percurso e o que nós achamos que o nosso calendário é, porque eu acho que nós percebemos a quantidade de interesse midiático que existia nesse título e quanto excitamento o projeto podia causar. [A Torre Negra] é uma possibilidade poderosa e fascinante e até mesmo Stephen King reconhece que se trata de uma adaptação complicada, mas para ser honesto, do ponto de vista financeiro, não se trata de uma história de super-herói direta, bem definida e ensolarada – é sombria, é horror. Esse lado é o que me agrada, as complexidades desses personagens é o que agrada a todos nós. Essa é a parte que amamos de A Torre Negra e é o que queremos levar para as telas

O cineasta ainda afirmou que o projeto foi “adiado”, mas nunca foi cancelado. Porém, ele preferiu não dar uma data ou algum tipo de agenda sobre o andamento da produção – provavelmente porque algumas questões primordiais (como: “quem vai pagar pelo projeto?”) ainda precisem ser respondidas.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários