Peter Jackson fala sobre as diferenças entre O Hobbit e O Senhor dos Anéis

  Leandro de Barros  |    quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Peter Jackson diz que O Hobbit é mais inocente e infantil que O Senhor dos Anéis

Peter JacksonO diretor Peter Jackson conversou com a Total Film sobre seu novo projeto, a adaptação em dois filmes do livro O Hobbit, de J.R.R. Tolkien, que é o prelúdio da clássica Trilogia do Anel.

Jackson começou por diferenciar O Hobbit dos filmes de O Senhor dos Anéis, a última vez em que estivemos na Terra-Média: “O Hobbit é um livro mais para as crianças e O Senhor dos Anéis é algo diferente, algo que realmente não é destinado para crianças. Eu percebi que os anões são a diferença. A energia e o desdém de qualquer coisa politicamente correta trás um novo espírito para a série. E foi por isso que eu pensei ‘Ok, isso pode ser divertido!’“.

Recentemente,  o diretor Joss Whedon comentou a dificuldade de dar tempo de dela para um elenco tão grande quanto o de Os Vingadores, que possui no mínimo 8 personagens muito importantes. Para Peter Jackson, o desafio é ainda maior: “Isso é algo com que eu me preocupei. Eu imaginei 13 caras com cabelo comprido e barba e pensei ‘Como eu vou saber qual anão é qual?’. Eu pensava que nove membros em A Sociedade do Anel era um problema; mas aqui, com Bilbo e Gandalf, nós temos 15 personagens. Mas está dando tudo certo. Os anões dão um tipo de qualidade infantil e cômica que dá um tom diferente de O Senhor dos Anéis“.

Apesar das diferenças de tom e ânimo entre os filmes, Peter Jackson lembra que O Hobbit ainda é um filme baseado no mesmo universo e quer que o público sinta essa semelhança: “Eu quero que pareça que nós estamos de volta à Terra Média, que sintam que esses dois filmes pertencem ao início dos outros três. Nós somos cineastas voltando ao mesmo mundo“.

Além de Peter Jackson, sua mulher, Fran Walsh, também assina o roteiro dos filmes. A roteirista disse que, se o primeiro filme (primeira metade do livro) é mais infantil, o segundo filme é mais adulto e sombrio: “Nós sempre vimos O Hobbit sob a luz dourada dos contos de fadas. É mais divertido. Mas quando chega no final, Tolkien já está preparando o terreno para a épica jornada de escrever O Senhor dos Anéis. Todos os temas mais pesados e sombrios, que prevalecem na trilogia, começam a aparecer“.

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada é, certamente, um dos principais filmes do ano que vem e um dos mais aguardados também. Basta lembrar a comoção que o primeiro trailer do longa causou na internet.

A aventura de O Hobbit segue a jornada de Bilbo Bolseiro (Martin Freeman), que é levado à épica missão de retomar a posse do reino dos anões, Erebor, do dragão Smaug (Benedict Cumberbatch). Abordado inesperadamente pelo mago Gandalf, o Cinzento (Ian McKellen), Bilbo se encontra no meio de treze anões liderados pelo guerreiro Thorin Escudo-de-Carvalho (Richard Armitage). A jornada os levará ao desconhecido, por terras repletas de Goblins e Orcs, lobos selvagens, aranhas gigantes, metamorfos e feiticeiros.

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada estréia em 14 de dezembro de 2012, com direção de Peter Jackson e com Martin Freeman, Ian McKellenHugo Weaving, Cate Blanchett, Christopher Lee, Andy Serkis, Lee Pace, Richard Armitage, Ian Holm,Stephen Fry, Orlando Bloom, Evangeline Lilly, Barry Humphries, Luke Evans e Benedict Cumberbatch no elenco.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários