Os Muppets já tem uma sequência planejada, mas sem a participação de Jason Segel

  Leandro de Barros  |    segunda-feira, 05 de março de 2012

Novo filme de Caco e seus amigos não terá a participação de Jason Segel no elenco e nem no roteiro

Em uma noite, Os Muppets deixou de ser um filme bonitinho e fofinho de fantoches para se tornar no algoz número 1 da população brasileira. Tudo porque o filme ganhou o Oscar de Melhor Canção nesse ano, deixando Carlinhos Brown e a galera de mãos vazias. Mais engraçado do que ser o vice-campeão numa competição de 2 é a reação dos brasileiros com o Oscar perdido, mas isso é assunto pra outro dia.

O assunto de hoje é a sequência de Os Muppets, que vai mesmo acontecer já que o filme foi sucesso de crítica e público nos EUA e em grande parte do mundo. O problema, para todo mundo, é que a cabeça por trás do primeiro filme não vai participar da sequência.

Jason Segel, o Marshall de How I Met Your Mother, não participará nem do processo de criação e nem do elenco do segundo filme do Caco (Kermit? hahaha) e seus amigos.

Em entrevista ao Collider, Segel disse: “Meu objetivo era trazer os Muppets de volta e agora eu os deixo em boas mãos. Eu fiz o que me propus a fazer e agora quero seguir com projetos mais relacionados à humanos… Tudo o que eu queria era preparar o palco para eles fazerem o que quiserem. Tenho certeza que eu vou participar fazendo uma coisa ou outra, mas [Os Muppets] tomou metade de uma década da minha vida. Cinco anos de trabalho duro. Eu estou pronto para umas férias dos fantoches…

Assim, a sequência do filme segue nas mãos de Nicholas Stoller, parceiro de Segel no roteiro do primeiro filme, e do diretor James Bobin.

Ainda não há nenhuma informação sobre a trama do filme, nem sobre uma possível data de lançamento. Se você está muito ansioso, confira a música que levou o Oscar de Melhor Canção nesse ano:


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários