Ok, o filme de Sandman com Joseph Gordon-Levitt vai acontecer mesmo

#ATUALIZADO: No seu Twitter oficial, Joseph Gordon-Levitt confirmou a sua participação no projeto, embora tenha afirmado que, de concreto, ele participará como produtor do filme. O resto, “ainda precisa ser visto”.

Além disso, o ator indicou que a trama do filme deve ser baseada no prelúdio de Sandman que Neil Gaiman está publicando no momento:

“Senhoras e Senhores, eu estou incrivelmente honrado em trabalhar com David Goyer, Warner Bros. e Neil Gaiman em Sandman #Prelúdio

Apenas para deixar claro, eu assinei como produtor em Sandman. O resto ainda precisa ser visto. Fico feliz que vocês estão animados, eu também estou!”

Joseph Gordon-LevittO que era um rumor há algumas semanas atrás ganhou status de oficialidade hoje quando uma segunda fonte confirma que a Warner Bros. está perto de finalizar um acordo com o ator Joseph Gordon-Levitt para protagonizar uma adaptação cinematográfica de Sandman, HQ de Neil Gaiman.

O Deadline divulgou que as negociações entre o estúdio e o ator estão perto de serem concluídas, com Gordon-Levitt se preparando para viver o Perpétuo Morpheus no cinema. A ideia é que o filme seja produzido por David Goyer (O Homem de Aço), um dos principais nomes da Warner quando o assunto são “filmes baseados em quadrinhos”.

Já a direção é o lugar vago ainda e, talvez, aquilo que ainda impede que o contrato seja assinado, já que a publicação garante que Gordon-Levitt pretende protagonizar E dirigir o longa-metragem.

Sandman é, facilmente, uma das HQs mais difíceis de se produzir e adaptar para os cinemas. Além de fugir de absolutamente todos os “clichés” do gênero (não tem a jornada do herói, não possui vilões ou mocinhas, etc.), a ideia da obra faz com que conceitos abstratos ganhem formas físicas na intenção de trabalhar algumas ideias que não são vistas normalmente em “filmes de quadrinhos”. Além de ser algo bem difícil de tirar das páginas para colocar em movimento na telona.

Mas vamos ver como essa situação se desenrola.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...