O Hulk pode ganhar um filme solo em 2015

  Leandro de Barros  |    segunda-feira, 30 de abril de 2012

Presidente de Produtos Consumíveis da Marvel diz que o sucesso do Hulk em Os Vingadores pode fazer com que o Gigante Esmeralda ganhe um filme solo em 2015

Se você ainda não viu Os Vingadores, corra pro cinema mais próximo. Se você já viu, deve ter vibrado com a participação do Hulk no filme.

O Gigante Esmeralda roubou a cena no filme. Na nossa crítica de Os Vingadores, nós dizemos: “Em Os Vingadores, o Hulk Esmaga! Esmaga muito, esmaga tanto que não dá pra sair do cinema sem desejar um novo filme do herói“. E parece que a Marvel concorda com a gente.

Em conversa com a Forbes, Paul Glitter, Presidente de Produtos Consumíveis da Marvel, disse que a participação do Hulk no filme vem surpreendendo. “Suas vendas estão subindo muito. Nós reposicionamos ele de onde ele sempre foi mal compreendido para agora retratá-lo de uma maneira mais heróica e inspiradora”, disse Glitter.

Glitter ainda afirmou que, se essa Hulkmania continuar, a Marvel vai colocá-lo em um programa de TV solo e um filme solo de alto orçamento em 2015.

Um filme solo!

A série de TV do Hulk já é assunto antigo: Guillermo del Toro e David Erick estão produzindo a série, que está em desenvolvimento no canal ABC.

Já um filme solo do Hulk é uma novidade muito interessante. Mark Ruffalo realmente mandou muito bem em Os Vingadores, o CGI do monstrão ficou muito bem feito e as cenas de ação onde o Hulk participa são simplesmente sensacionais.

Em 2013, a Marvel Studios vai lançar Homem de Ferro 3 e Thor 2. Em 2014, sairá Capitão América 2 e um filme ainda não anunciado. 2015 é um ano com vagas livres, então quem sabe? Por fim, vale lembrar que quem manda mesmo nos filmes da Marvel é Kevin Feige, produtor da Marvel Studios. Paul Glitter pode ter vazado uma informação sem saber ou dito algo que não sabe.

Vamos torcer para que seja verdade


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários