Michael Bay em negociações para dirigir Transformers 4

  Leandro de Barros  |    quarta-feira, 07 de dezembro de 2011

Michael Bay vai dirigir a comédia Pain and Gain e depois deve começar, ainda em 2012, a filmar Transformers 4, segundo site

O Vulture noticiou em primeira mão que o cineasta Michael Bay (Pearl Harbor) está em negociações avançadas para dirigir Transformers 4, novo filme da franquia dos robôs de Cybertron produzida pela Paramount.

A informação pegou muita gente de calça curta porque o próprio Bay já havia negado envolvimento com o novo filme e tudo mais.

O acordo não está fechado ainda, mas segundo a publicação envolve a produção de um “projeto dos sonhos” de Michael Bay, o longa Pain and Gain, para só então começar a produção de Transformers 4. Pain and Gain é baseado em uma reportagem de 1998 do Miami News Times sobre uma gangue de fisioculturistas que sequestram, torturam e roubam um empresário da Florida, mas que passam a ser caçados por um detetive particular contratado pela vítima. Michael Bay tenta filmar Pain and Gain desde 1999 e já começou a escolher o elenco do filme, com os primeiros rumores apontando para a presença de Dwayne Johnson e Mark Wahlberg no longa.

Então, de acordo com os rumores, após Michael Bay filmar Pain and Gain, ele deve começar, ainda em 2012, a filmar Transformers 4. Isso será possível porque as filmagens da comêdia não são tão complicadas tecnicamente falando e Bay deve conseguir tratar da pré-produção de Transformers enquanto termina a pós-produção de Pain and Gain.

O cineasta postou hoje no seu site dizendo que “no momento, não há nada decidido sobre Transformers 4” e que a única coisa que ele sabe é que vai começar a filmar Pain and Gain em breve. Bay termina dizendo que deixa todas as portas abertas e que terá reuniões com vários estúdios nas próximas semanas.

O último trabalho de Michael Bay foi o bilionário Transformers – O Lado Oculto da Lua.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários